Preso em Natal suspeito de latrocínio contra motorista de aplicativo

A Polícia Civil prendeu na tarde desta quarta-feira (3) Carlos Daniel Dionísio da Costa. Ele estava foragido por participação no latrocínio contra o motorista de aplicativo Paulo Eduardo da Silva, 49 anos. A prisão foi feita na Zona Norte.

De acordo com as investigações da Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), na madrugada do dia 22 de março o motorista foi vítima do golpe conhecido como “boa noite, Cinderela” e depois foi executado.

Segundo a polícia, além de Carlos Daniel da Costa, participaram do latrocínio Luzia de Souza Araújo, 37 anos, e Jaqueline Caetano dos Santos, 20 anos. As duas mulheres foram presas nesta quarta-feira pela manhã.

Segundo o delegado Marcos Vinicius, da DHPP, a suspeita é que Carlos Daniel da Costa teria sido a pessoa que executou o motorista. Após ser dado como desaparecido, a família do motorista passou 12 dias à procura de informações sobre ele.

Na terça-feira (2), após serem chamados ao Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), os familiares reconheceram a vítima. O cadáver dele estava no local desde o dia 24 de março.

OP9

Postado em 4 de abril de 2019 - 7:07h