Guerra de facções teria motivado morte de homem e criança de 3 anos- Veja o vídeo

As investigações sobre o crime registrado em Cajupiranga, bairro de Parnamirim, na Grande Natal, que terminou com a morte do menino Arthur Emanuel Alves Fernandes de 3 anos e de Hilton da Silva Oliveira, 26, apontam para uma possível guerra entre facções criminosas como principal motivação, segundo a Polícia Civil.

Uma força-tarefa envolveu policiais civis da Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da delegacia de Macaíba na busca pelos culpados. Thelles Henrique Dantas da Silva, o Thellinho, de 30 anos, foi preso nesta quarta-feira (17), suspeito de ter participado no duplo homicídio. Ele foi autuado por homicídio qualificado, tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo, receptação e dano ao patrimônio público.

De acordo com a polícia, Thelles confessou que a intenção era executar somente Hilton da Silva Oliveira, embora os tiros tenham matado a criança de 3 anos. Thellinho seria integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) enquanto a vítima, de 26 anos, seria do Sindicato do RN – duas facções criminosas rivais.

A ação dos agentes ocorreu em um residência na cidade de Macaíba, na região metropolitana de Natal, onde a polícia também prendeu Thasyle de Assis Miranda de 24 anos, autuado por tráfico de drogas, posse de arma de fogo, receptação e falsidade ideológica.

OP9

Postado em 17 de abril de 2019 - 19:33h