157º Homicidio em Mossoró 2019: Preso de justiça usando tornozeleira eletrônica, é morto a tiros na Alameda dos Cajueiros

Final da tarde, por volta das 17h40min, desta quinta feira 03 de outubro de 2019, a cidade de Mossoró, localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte, registra mais um homicídio provocado por disparos de arma de fogo.

O crime aconteceu em via pública na Rua Professora Maria José Falcão na Alameda dos Cajueiros, região do bairro Planalto Treze de Maio, onde foi vítima um preso de justiça do regime semiaberto monitorado por meio de tornozeleira eletrônica.

Humberto Freitas de Souza, 55 anos de idade, foi  alvejado com 06 tiros e morreu no local, na calçada de uma residência em frente  a sua casa. De acordo com informações da polícia militar, que atendeu a ocorrência, dois homens em uma moto, chegaram e começaram a efetuar os disparos em direção a vítima, que estando em frente a sua casa, não teve tempo para fugir.

A Perícia criminal, acredita que a arma usada no crime, tenha sido revolver, uma vez que nenhuma cápsula ou estojo foi encontrado no local, ou em volta dele. Ainda de acordo com com a polícia, Humberto Freitas, foi condenado por crime de estupro, cumpriu pena na Penitenciária Mário Negócio e em 31 de julho desse ano, recebeu progressão de pena, passando para o regime semiaberto com uso de tornozeleira eletrônica.

A Polícia Civil esteve no local acompanhando o trabalho da perícia criminal e falando a Imprensa, o delegado de plantão Teixeira Júnior, não confirmou se o assassinato do presidiário está relacionado com o crime que ele cometeu.

Após os trabalhos de perícia no local do crime, o corpo do presidiário foi removido para ser necopsiado no ITEP e depois liberado para sepultamento. Até o momento não há informações sobre a motivação e autoria do crime, que será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Mossoró chega aos 157 assassinatos em 2019.

FIM DA LINHA

Postado em 4 de outubro de 2019 - 8:55h