Detran do RN investiga falha que expôs dados de motoristas do país

O Departamento de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran-RN) informou que abriu procedimento administrativo para investigar falha em seu sistema que expôs dados de usuários de todo o Brasil. A partir do número do CPF era possível acessar os dados pessoais de todos os brasileiros que têm carteira de motorista. Foi possível descobrir informações como endereço e data de nascimento de autoridades como o presidente da República Jair Bolsonaro e de celebridades como Xuxa, Neymar e Wesley Safadão.

A investigação se deu após o site Olhar Digital receber a denúncia de um pesquisador em segurança da informação apontando uma brecha no sistema de informações do Detran do Rio Grande do Norte. De acordo com o portal, como os sistemas são interligados, os invasores poderiam ter acesso a informações de aproximadamente 70 milhões de motoristas.

O especialista potiguar em crime virtual, Fábio Vila afirmou que acredita ter acontecido um possível erro no banco de dados usado pelo Detran-RN. “Esses bugs podem ocorrer nos sistemas. Não foi vazamento de informações, foi uma exposição de dados. Estavam disponíveis para quem soubesse acessar. Mas o bug foi informado ao órgão e corrigido”, explicou Vila.

O Detran-RN afirmou através de nota que de imediato quando recebeu a denúncia sobre a falha, a equipe técnica de informática do órgão sanou o problema ocorrido no sistema ainda na terça-feira (8). “Cabe ressaltar que os dados dos usuários não foram afetados, assim como não houve interferência nos sistemas de Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach) nem no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). A Direção-Geral do Detran está abrindo um procedimento administrativo para apurar o fato ocorrido”, informou o documento.

OP9/RN

Postado em 9 de outubro de 2019 - 18:36h