Dois homens morrem após confrontos com PMs na noite de sexta (27) em Natal

A noite de sexta-feira (27) teve pelo menos dois tiroteios entre policiais e bandidos, em Natal. Dois suspeitos morreram e nenhum militar ficou ferido nos confrontos, segundo a Polícia Militar. Outra troca de tiros entre três homens, na região metropolitana, acabou com todos eles socorridos a hospitais, baleados.

A primeira ocorrência começou ainda no final da tarde. Segundo o relatório da PM, várias equipes foram até Mãe Luiza, na Zona Leste da cidade, após uma denúncia de que estaria acontecendo uma festa de uma facção criminosa que atua dentro e fora de presídios do estado.

Ainda de acordo com a PM, ao chegarem no local indicado pelos denunciantes, as equipes foram recebidas a bala e responderam à agressão dando início ao confronto. Na ação, um homem foi baleado. Ele foi levado para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, mas não resistiu e morreu.

Com ele, os policiais apreenderam um revólver, munições, drogas e R$ 177.

Outra ocorrência parecida aconteceu na comunidade Beira Rio, em Igapó, Zona Norte da capital. De acordo com a PM, viaturas foram até o local após receberem denúncias de um tiroteio na região. Ao chegarem no local, houve uma nova troca de tiros.

O homem identificado como Paulo Márcio Alves da Silva, de 37 anos, foi baleado e socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu e morreu. Revólveres e munições foram apreendidos com o suspeito, ainda conforme a PM.

São José de Mipibú

Outro tiroteio que deixou pelo menos três baleados aconteceu também durante a noite, no centro de São José de Mipibu, região metropolitana de Natal. De acordo com a Polícia Militar, dois irmão estavam na rua, quando um homem sobre uma moto parou no local e atirou contra os dois, atingindo um no tórax e outro no abdômen.

Os irmão também estariam armados e reagiram, atingindo o motociclista em um dos pés, panturrilha, coxa e braço esquerdos. De acordo com a PM, os três foram socorridos a unidades da Grande Natal pela própria população.

Ainda segundo a polícia, os três são suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas.

G1/RN

Giroflex. — Foto: Bruno Vital/G1

Postado em 29 de março de 2020 - 9:09h