Suspeito de matar amigo a tiros em Natal é preso

Dois homens foram presos no bairro do Alecrim, em Natal, suspeitos de praticarem homicídio qualificado – pela traição – contra Jorge Mayck Tavares de Souza. O crime ocorreu no dia 2 de setembro. Os mandados de prisão preventiva foram cumpridos por policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) na última sexta-feira (2).

A investigação revelou que Jorge Mayck tinha uma relação amistosa com os dois homens, que chegaram a caminhar com a vítima, praticando exercícios físicos por mais de uma hora, antes do crime ocorrido na Rua Vereador Cícero Azevedo, no bairro de Lagoa Seca. Câmeras de segurança nas proximidades registraram os suspeitos caminhando em companhia da vítima.

Os três caminharam juntos durante uma hora até o momento que um deles diminuiu a passada e esperou os dois seguirem. Ele, então, sacou a arma e atirou contra Jorge Mayck. O assassino descarregou a munição na cabeça da vítima. A Polícia Civil chegou à conclusão que o mentor do crime estava ao lado da vítima na hora da execução e que os dois eram amigos há 20 anos.

Durante as diligências na residência de um suspeito, no Alecrim, foi encontrada uma algema. Ao ser ouvido na delegacia, ele confessou a autoria do crime e alegou que tinha uma desavença antiga com a vítima. O outro suspeito, detido no local de trabalho, disse que estava presente no momento do crime, mas não tinha conhecimento da intenção do amigo de matar Jorge Mayck.

G1/RN
Jorge Mayck foi assassinado por amigo quando retornava para casa depois de uma caminhada   — Foto: Cedida
Jorge Mayck foi assassinado por amigo quando retornava para casa depois de uma caminhada — Foto: Cedida
Jorge Mayck Tavares de Souza caminha com os dois suspeitos presos — Foto: Cedida
Jorge Mayck Tavares de Souza caminha com os dois suspeitos presos — Foto: Cedida
Postado em 5 de outubro de 2020 - 21:20h