Corpo com marcas de tiros é encontrado boiando no rio Potengi em Natal; irmãos reconhecem homem desaparecido há dois dias

O corpo de um homem foi encontrado boiando, na manhã desta terça-feira (12) no Rio Potengi, na altura do Passo da Pátria, na Zona Leste da cidade. Familiares que estavam na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para registrar o desaparecimento do pedreiro Roney Roberto Bezerra da Silva, de 26 anos, desde o domingo (10), foram ao local e reconheceram o corpo como sendo o dele.

O corpo foi encontrado entre 8h e 9h, boiando no rio, e foi tirado da água e colocado na Pedra do Rosário pela equipe do Corpo de Bombeiros acionada ao local. De acordo com peritos do Instituto Técnico-Científico de Perícia, há marcas de tiros no corpo, principalmente na altura da cabeça.

Dois homens que estavam na delegacia para registrar o desaparecimento de um irmão deles foram até o local e reconheceram o corpo como o de Roney, desaparecido desde o último domingo (10). Eles identificaram o rapaz pelas tatuagens com os nomes dos pais. “Não tenho dúvidas que é ele. Tem as tatuagens com o nome do meu pai e da minha mãe”, disse um irmão.

De acordo com os familiares, Roney era solteiro e morava na Zona Norte, sendo o mais novo de quatro irmãos. De acordo com familiares, ele não entrou mais em contato desde o domingo (10) e a última localização do seu celular apontava para a comunidade do Mosquito, no bairro das Quintas, naquele dia. Ainda de acordo com os irmãos, o homem era usuários de maconha.

O corpo foi recolhido pelo Itep e a investigação sobre o caso fica sob responsabilidade da Polícia Civil.

G1/RN

Corpo de homem de 26 anos foi encontrado boiando no Rio Potengi, em Natal.  — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Corpo de homem de 26 anos foi encontrado boiando no Rio Potengi, em Natal. — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Postado em 12 de janeiro de 2021 - 12:10h