Suspeitos são presos ao tentarem roubar Policial Civil no RN, um deles foi baleado

A ação de assaltantes no município de Macaíba, Região Metropolitana de Natal, na tarde deste sábado (9), terminou com dois suspeitos presos e um baleado. Quatro homens roubaram um veículo, levaram o proprietário como refém e tentavam assaltar um policial civil quando foram interceptados pela Polícia Militar.
De acordo com a PM, o tenente do 3º Batalhão, Moisés Almeida, estava fazendo trabalho voluntário de musicoterapia na cidade de Macaíba por volta das 17h do sábado, quando recebeu a informação que um carro tinha sido tomado de assalto nas proximidades. O PM saiu em diligência com a equipe. Já próximo à BR 304, os policiais localizaram os criminosos com o veículo roubado.
Os bandidos atiraram contra a guarnição e houve troca de tiros. Segundo a PM, no veículo haviam quatro homens e uma vítima de outro assalto como refém. O refém foi resgatado ileso. Três bandidos foram presos e um conseguiu fugir. Um dos criminosos foi baleado, mas não corre risco de morte.
O policial civil que tinha sido vítima de tentativa de assalto minutos antes também reconheceu os assaltantes. Os presos foram identificados como Gerson Gomes do Nascimento e Victor Henrique Gabriel da Silva. O terceiro, que foi baleado, foi identificado apenas como Felipe. A polícia apreendeu duas armas calibre 38 com os presos.
OP9
Postado em 10 de março de 2019 - 18:39h

Após apreensões de drogas, Porto de Natal passa por fiscalização e é tema de audiência pública

Depois de registrar, em apenas dois dias de fevereiro, apreensão de mais de três toneladas de cocaína, o porto de Natal teve as exportações de frutas e outros produtos locais suspensas para a Europa. A empresa CMA CGM, que transporta cargas do Rio Grande do Norte para a Holanda, suspendeu suas atividades temporariamente, pelo menos durante o mês de março. Agora, o terminal vai passar por uma fiscalização da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e também será alvo de uma audiência pública que acontece nesta semana.

O foco dos esforços solicitados pela empresa e buscados pelas autoridades é a segurança do porto. Em especial, seria necessária a instalação de um escâner – que custaria cerca de R$ 11 milhões – para ajudar os operadores na fiscalização das cargas que deixam o terminal marítimo, para evitar que as drogas sejam incluídas entre as mercadorias.

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte vai realizar uma audiência pública na próxima terça-feira (12) sobre a “paralisação” do Porto de Natal. O encontro com empresas, o próprio porto e outras autoridades foi proposta pelo deputado Ubaldo Fernandes (PTC), que recebeu uma comissão de trabalhadores do porto.

De acordo com ele, as categorias de estivadores, conferentes e arrumadores estão apreensivas quanto ao recebimento dos salários e à continuidade dos serviços. “Não podemos deixar que nosso principal porto de exportação de produtos potiguares perca essa rota para o Porto de Mucuripe, em Fortaleza, como já está acontecendo”, considerou.

Em nota, a Codern declarou que tem informação sobre inspeção no Porto de Natal, pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), marcada para o mês de abril, “mas essa decisão de data é da esfera do próprio órgão fiscalizador, podendo ser alterada”.

“A Codern está trabalhando intensamente para sanar todos os seus problemas e considera importante a presença de órgãos de fiscalização, em especial da Agência Reguladora”, informou a companhia.

Apreensões

A polícia holandesa apreendeu no final de fevereiro mais 2,4 toneladas de cocaína no Porto de Roterdã, na Holanda. Esta foi a quarta vez, desde outubro do ano passado, que drogas foram encontradas escondidas dentro de contêineres, em meio a carregamentos de frutas que embarcaram no Porto de Natal, o que totaliza quase 7 toneladas do pó.

Somando este total às 3,3 toneladas de cocaína descobertas no terminal marítimo potiguar na semana anterior, o volume passa de 10 toneladas em menos de 4 meses. As informações foram confirmadas ao G1 pelo setor de vigilância e repressão da Receita Federal.

A rota marítima internacional de drogas Natal-Holanda foi revelada pela Polícia Federal, justamente com a descoberta de drogas no Porto de Natal. De acordo com a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), estas foram as primeiras apreensões de entorpecentes da história do terminal, aberto desde 1932.

Com as apreensões em meio às cargas de frutas, a empresa CMA CGM decidiu suspender as atividades no porto, considerando haver uma “situação de risco” para seus negócios. A empresa ainda enviou uma carta para autoridades locais exigindo investimentos em segurança do terminal.

G1/RN
Postado em 10 de março de 2019 - 18:28h

Corpo é encontrado na mala de táxi carbonizado no interior do RN

Um corpo foi encontrado dentro do porta-malas de um carro completamente incendiado no final da madrugada deste domingo (10) em Sítio Novo, na região Agreste do Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada pelo comandante da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar, major Eudes Valério.

O veículo foi encontrado na zona rural da cidade, em uma estrada carroçável. No local, os policiais perceberam que havia um corpo, também queimado, no porta-malas.

De acordo com o comandante, apenas o trabalho do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) poderá identificar a vítima e o carro modelo Spin. Uma equipe do órgão, esteve no local durante para fazer o trabalho inicial de perícia e recolher o corpo.

Apesar disso, taxistas que atuam em Natal e em São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana da capital, identificaram o veículo como um táxi que faz ponto diariamente no supermercado atacadista Assaí, na Zona Norte da capital potiguar.

De acordo com o taxista José Carlos Lima, que é coordenador do grupo de taxistas no estabelecimento, as placas encontradas junto com o carro são do táxi dirigido cotidianamente por Reinaldo da Silva.

“Alguns dos nossos colegas procuraram a família e a mulher disse que ele não apareceu ontem (sábado) em casa”, afirmou.

G1/RN

Postado em 10 de março de 2019 - 18:17h

Tentativa de assalto termina com três pessoas baleadas no Loteamento Três Vinténs em Mossoró RN

A ocorrência foi registrada por volta das 22h30min deste sábado 09 de março de 2019, em uma mercearia Rua Francisco Tilon de Medeiros, nas imediações do antigo Posto da PM, no Loteamento Três Vinténs região do Abolição IV em Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte.

Segundo informações da Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, alguns amigos bebiam no estabelecimento, quando dois suspeitos chegaram de moto e começaram a atirar em direção a Francisco Bejamim de Oliveira, de 52 anos, que supostamente estaria armado no local.

Francisco foi baleado quatro vezes e durante o corre-corre, outras duas pessoas que estavam no local também foram atingidas pelos tiros. Um homem conhecido como “Fabinho Taxista” foi baleado na perna e outro conhecido como “Aluizío” foi atingido com um  tiro no abdômem.

Os dois foram levados para o Hospital Tarcísio Maia onde receberam atendimento e segundo informações não correm risco de morrer. Já a situação de Francisco Bejamim é mais delicada, já que ele foi ferido no pescoço, torax, ombro e virilha Francisco Bejamim, que é mestre de obras no Quinta do Lagos e natural do estado da Paraíba, foi socorrido pelo Samu e encaminhado ao centro cirurgico do HRTM. A polícia acredita que os criminosos sabiam que Francisco estava armado e foram ao local para tomar sua arma e que ele teria esboçado algum tipo de reação. A PM informou ainda que a arma dele foi levada pelos criminosos que fugiram após o crime.

FIM DA LINHA

Postado em 10 de março de 2019 - 8:08h

Motocicleta é tomada de assalto em Caicó

O proprietário de uma motocicleta CG Honda, na cor vermelha, acionou a PM dando conta de um roubo a mão armado ocorrido na noite desse sábado na rua Antônio Vicente, bairro Boa Passagem, Zona Norte de Caicó.

A vítima informou que a placa do veículo é OWG-5A44, e que já é do modelo novo (Placa do Mercosul). Os bandidos eram dois e estavam em uma motocicleta Yamaha, na cor vermelha. Um deles portava uma arma de fogo.

JAIR SAMPAIO

Postado em 10 de março de 2019 - 8:05h

30º Homicídio em Mossoró 2019: Mulher é baleada no Conjunto Santa Júlia e morre ao dar entrada no Hospital Tarcísio Maia

O crime aconteceu por volta das 02h30min desta madrugada de domingo, 10 de março de 2019 no Conjunto Santa Júlia em Mossoró no Oeste do Rio Grande e teve como vítima uma mulher identificada como Karina Pascally Soares Barroso, 23 anos, De acordo com a polícia, a vítima estava com um irmão em  frente de casa quando um carro de cor branca se aproximou e os ocupantes abriram fogo contra os dois.

Karina após ser baleada, foi socorrida por populares para o Hospital Tarcísio Maia, mas segundo informações já chegou sem vida naquela unidade hospitalar. Até o momento não há informações sobre motivação e autoria do crime. Também não há confirmações se o irmão que estava com ela foi atingido ou não pelos tiros.

Ainda de acordo com a polícia, Karina é o terceiro membro da família assassinado em Mossoró. Um irmão foi morto em 2012 e outro no ano passado nas imediações do Museu Municipal no centro da cidade.

O corpo da jovem será removido nesta manhã do necrotério do Hospital Tarcísio Maia e encaminhado ao Instituto Médico Legal do ITEP para ser necropsiado e depois liberado para os familiares providenciar o sepultamento.

Este é o quinto homicídio do mês de março e o trigésimo do ano de 2019 registrados em Mossoró. O caso vai ser investigado pela Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM).

FIM DA LINHA

Postado em 10 de março de 2019 - 8:03h

Mulheres ganham núcleo de combate ao feminicídio e delegacia de plantão

Na data mundial quando se celebra o Dia da Mulher, o Governo do Estado anunciou ações concretas de enfrentamento à violência contra a mulher no Rio Grande do Norte, para garantir seus direitos no campo e na cidade. O anúncio foi feito durante solenidade organizada na manhã desta sexta-feira (08), na Escola de Governo, no Centro Administrativo, em Natal. A governadora Fátima Bezerra divulgou a criação do Núcleo de Combate ao Feminicídio dentro da DHPP – Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia civil e instituiu plantões de 24h na Delegacia de Assistência à Mulher, na zona norte de Natal.

“O Rio Grande do Norte atravessa uma situação de calamidade financeira, que vem sendo enfrentada com zelo e responsabilidade pelo nosso governo. Mas isso não pode nos poupar de nenhum esforço no enfrentamento da cultura machista que vitima as mulheres em nosso Estado”, destacou a governadora. A criação do núcleo possibilitará mais agilidade nos inquéritos e moderna doutrina de investigação de crimes dessa natureza. Já o plantão em regime de 24 horas vem suprir uma grande lacuna no combate aos crimes contra mulheres, pois nenhuma das cinco delegacias especializadas desta área funcionava em sistema de plantão no RN.

Ter onde ser atendida em qualquer dia da semana e a qualquer hora é estratégico para a diminuição desses crimes, visto que a maioria deles acontece aos finais de semana e à noite, quando não havia plantão. A escolha da zona norte da capital se deu ao fato de que quase metade da população residente na área é do sexo feminino, o que representa, em números, praticamente a população de Mossoró, segunda maior cidade potiguar. É também na zona norte onde está o maior número de incidências deste crime, na capital.

Títulos de terra terão o nome da mulher

Uma importante ação de apoio às mulheres que trabalham no campo também foi anunciada pelo Governo do Estado. De acordo com a Portaria 01/2019, a partir de agora os títulos de terra expedidos pela Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária (Seara) terão o nome do homem e da mulher donos do imóvel. Historicamente, esses títulos eram emitidos apenas com o nome do homem como titular. A medida significa um avanço real, dando à mulher o mesmo direto à posse da terra.

Na ocasião foram entregues dois títulos de terras e uma escritura pública do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) a trabalhadoras rurais dos municípios de Olho d’Água do Borges e Apodi. Também foi lançado o Programa Estadual de Documentação da Trabalhadora Rural, que assegura o acesso das trabalhadoras rurais a documentos civis e trabalhistas, de forma gratuita e nas proximidades de moradia e possibilita o acesso às políticas públicas, contribuindo para igualdade entre os gêneros. O programa atenderá prioritariamente mulheres da agricultura familiar, acampadas, assentadas da reforma agrária, pescadoras artesanais, extrativistas, quilombolas, indígenas e trabalhadoras rurais.

Arméli assumirá a Secretaria de Mulheres

Atual secretária de Estado do Esporte e Lazer (SEEL), Arméli Brennand foi anunciada, durante o evento, como gestora da futura Secretaria de Estado de Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos – SEMJIDH, cujo Projeto de Lei aguarda votação na Assembleia Legislativa do RN. “Quero dizer da minha alegria de hoje, sem criar um único cargo, mas fazendo o reordenamento necessário, estamos criando esta secretaria para que ela possa levar políticas públicas às mulheres, jovens, etnias diversas e outras minorias. Vamos vencer esta guerra”, enfatizou Fátima.

Participaram também da solenidade o vice-governadora Antenor Roberto e os secretários Íris Oliveira (Trabalho e Habitação), Virgínia Ferreira (Administração), Guia Dantas (Comunicação) e Ana Maria Costa (Turismo), além de outras autoridades.

O evento contou, ainda, com uma programação cultural composta por três exposições fotográficas abordando a temática feminina: “Plantando Sementes de Empoderamento” (Governo Cidadão RN); “FotoPoesia, força e ousadia de ser Mulher” (Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN); e “Um Toque de Poesia” (Poetas Potiguares).

JAIR SAMPAIO

Postado em 10 de março de 2019 - 8:00h

Moto BROS tomada de assalto na manhã de ontem (08) na BR-226 próximo à entrada de Lajes Pintadas

Uma moto tipo BROZ 2011 de cor Preta, placa NNT-2091 pertencente a um funcionário do AgroAmigo do Banco do Nordeste, foi tomada de assalto na manhã desta sexta-feira (8), na BR-226 próximo à entrada de Lajes Pintadas, RN.
Segundo informações da Polícia Militar, dois meliantes usando uma motocicleta perseguiram a vítima que trafegada na malha asfáltica federal, obrigaram ele parar, anunciaram o assalto e fugiram levando sua moto com destino ignorado.
Até o fechamento desta matéria a moto ainda não havia sido recuperada.  Qualquer informação sobre o paradeiro dessa motocicleta informar imediatamente a Polícia através do telefone 190.
ANDRÉ FOTOS
Postado em 9 de março de 2019 - 17:32h

Mais um homicídio foi registrado em Santa Cruz/RN

A Polícia Militar de Santa Cruz confirmou mais um homicídio registrado na cidade nesta semana.
Segundo informações repassadas pelo comando da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar, populares encontraram o corpo de um homem próximo ao lixão da cidade na manhã desta sexta-feira e acionaram a PM.
Ao chegar ao local, os policiais constataram várias perfurações de tiros pelo corpo do jovem. Acredita-se que o homicídio tenha ocorrido ainda na noite de ontem. O corpo ainda não foi identificado, mas populares afirmam que é de um morador do bairro Paraíso.
A Polícia Militar encontra-se no local aguardando a chegada do ITEP. O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Santa Cruz.

Texto Blog do Édipo Natan Foto via Whatsapp

Postado em 9 de março de 2019 - 17:28h

Quatro pessoas da mesma família morrem e outra fica ferida em acidente de trânsito na BR 110 entre Mossoró e Upanema no Oeste do RN

Quatro pessoas da mesma família, sendo um homem, duas mulheres e uma criança, morreram e uma quinta, uma mulher, ficou ferida, durante um acidente de trânsito, tipo colisão, ocorrido na madrugada deste sábado 09 de março de 2019,, na BR 110 entre os municípios de Mossoró e Upanema na região Oeste do Rio Grande do Norte,

De acordo com a PRF, cinco pessoas ocupavam um Gol de cor vermelha com placas, NIK 3550 registrado para Santa Cruz do Capibaribe/PE e viajavam sentido Upanema, quando o carro de passeio colidiu violentamente na traseira de uma carreta carregada de GNV (Gás natural), que estava parada na pista de rolamento após um incêndio.

No local morreram: o motorista do Gol, Everaldo José da Penha, 40 anos, Valdilene Arruda de Lima, 36 anos, natural de Barra de São Miguel/PB, possivelmente esposa de Everaldo, Vanderlânia Arruda de Lima, 28 anos, natural de Santa Cruz do Capibaribe/PE e uma criança de aproximadamente 7 anos, ainda sem identificação. O quinto ocupante do Gol, Wedja Stefany Silva Penha, 18 anos, possivelmente filha de Everaldo, foi resgatada com vida pelos Bombeiros e Samu e encaminhada ao Hospital Tarcísio Maia em Mossoró e segundo informações saiu consciente e orientada.

A Polícia Rodoviária Federal, que esteve no local, informou que a carreta com placas, MYR-5184 CARÚBAS/RN, estava carregada com GNV (Gás natural Veicular), trafegava pela BR 110, com destino a Caraúbas, quando incendiou por volta de 00h30min da madrugada de hoje, a pouco menos de 15 Km de Upanema.

O motorista que conseguiu sobreviver, deixou o veículo em cima da rodovia e foi embora, sem colocar nenhuma sinalização de advertência na via. O motorista do Gol não percebeu a carreta e quando tentou frear o carro já foi em cima, não havendo tempo para evitar a colisão. O impacto foi tão violento que o motor do Gol foi arrancado e ficou em baixo da carreta.

Após a perícia no local, os quatro corpos foram recolhidos e encaminhados para necropsias na unidade regional do ITEP em Mossoró. A equipe da Delegacia de Plantão de Mossoró, comandada pelo delegado Rafael Alves, esteve no local acompanhando o trabalho da Perícia do ITEP. O inquéripo polical que vai apurar as causas do acidente será conduzido pelo delegado de Upanema, Dr, Caetano Balmamn.

Os corpos serão liberados após o comparecimento de familiares das vítimas com documentação no ITEP. O translado dos corpos serão feitos por uma funerária até a cidade de origem, onde serão sepultados.

FIM DA LINHA

Postado em 9 de março de 2019 - 12:13h

Juiz sugere que queda na criminalidade vem de trégua entre facções criminosas

O juiz de Execuções Penais de Natal, Henrique Baltazar, sugeriu que está desconfiado do que motivou a queda nos índices de criminalidade neste início de ano. Nesta quinta-feira, 7, corroborando os números divulgados anteriormente, a Secretaria do Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) informou que, durante a Operação Carnaval, houve uma redução de 32,5% nas Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLI), comparando este ano com o mesmo período do ano passado. Em publicação no twitter, o juiz insinuou que o resultado pode ser oriundo de uma trégua entre facções criminosas.

Na publicação nas redes sociais, o juiz diz: “Espero que a redução dos homicídios no RN decorra do controle do sistema prisional e combate feito pelo Gaeco-MP aos grupos de extermínio em fins de 2018. Mais PMs nas ruas reduz outros crimes, mas tem pouca influência nas CVLIs e não resultado de acordo entre facções criminosas”. Este ano, foram registrados 27 casos de mortes violentas nos dias folia carnavalesca. Ano passado foram 40, em 2017 o número chegou a 51 e em 2016 ficou em 31 homicídios.

De acordo com a Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análise Criminal (Coine), os números também apresentaram uma diminuição em relação aos arrombamentos de residências, saindo de 23 no ano passado para 10 durante os festejos de 2019, o que representa uma queda de 56,5%. Os furtos e roubos de veículos também caíram respectivamente 42,8% e 29,6% se comparados com o mesmo período do ano passado.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, não quis comentar a declaração do juiz. O coronel preferiu parabenizar o trabalho feito pela Polícia Militar e fez questão de agradecer a toda a população por contribuir com a força policial, fornecendo informações que permitem maior eficiência na segurança pública, além de parabenizar a estratégia do governo do Estado. “Respeito a opinião do doutor Henrique Baltazar”, disse.

AGORA RN

Postado em 9 de março de 2019 - 6:49h

Caixa vai financiar imóveis de até R$ 145 mil pelo Minha Casa Minha Vida

As famílias de baixa renda de cidades de até 50 mil habitantes terão acesso a mais financiamentos do Minha Casa Minha Vida (MCMV). O banco aumentou o valor de imóveis financiados para as faixas 2 e 3 do programa habitacional. Paralelamente, a instituição elevou o valor do subsídio para a faixa 2 em cidades de até 20 mil habitantes.

O teto de imóveis para as faixas 2 e 3 do MCMV foi ampliado. Para as cidades de 20 mil a 50 mil habitantes, o valor máximo do imóvel a ser financiado passou de R$ 110 mil para R$ 145 mil no Distrito Federal, no Rio de Janeiro e em São Paulo; de R$ 105 mil para R$ 140 mil no Sul, no Espírito Santo e em Minas Gerais; de R$ 105 mil para R$ 135 mil em Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul; e de R$ 100 mil para R$ 130 mil no Norte e no Nordeste.

Nas cidades com menos de 20 mil habitantes, o teto do financiamento passou de R$ 95 mil em todas as regiões para os mesmos valores (escalonados por regiões) dos municípios com até 50 mil moradores.

O banco também aumentou o valor do subsídio para financiamentos da faixa 2 em cidades de até 20 mil habitantes. O subsídio passou de R$ 10.545 para R$ 11,6 mil para os mutuários com renda familiar bruta de até R$ 1,8 mil.

Para as cidades de 20 mil a 50 mil habitantes, o valor do subsídio na faixa 2 não mudou, podendo chegar a R$ 29 mil, dependendo da região do imóvel. Os subsídios para a faixa 1,5 do Minha Casa Minha Vida também não sofreram alteração, com valor máximo de R$ 47,5 mil para famílias que ganhem até R$ 1,2 mil.

As novas regras foram publicadas hoje em instrução normativa do Ministério do Desenvolvimento Regional. Em nota, a Caixa Econômica Federal informou que as novas condições permitirão ao banco consumir todo o orçamento disponível para este ano no financiamento de moradias para a população de baixa renda.

“Com essas novas condições, a Caixa está com capacidade plena para atender a demanda por moradia no mercado imobiliário e aplicar todo o orçamento disponível para 2019, promovendo o aquecimento da economia, gerando empregos e rendas, além de contribuir para a redução do déficit habitacional do país”, destacou o banco no comunicado.

Agência Brasil

Postado em 9 de março de 2019 - 6:46h

Mais de 11 mil processos de violência doméstica esperam julgamento no RN

Levantamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) mostra que, entre 2016 e 2018, houve um aumento no número de casos de violência doméstica no Rio Grande do Norte que estão pendentes de julgamento no Tribunal de Justiça estadual (TJRN).

Em 2016, eram 9.209 casos; em 2017, o número aumentou para 9.932; e, em 2018, foram 11.261 processos pendentes. Em dois anos, o aumento foi de 22%. Nos casos pendentes de feminicídio, o aumento foi ainda maior: 113%, com 15 em 2016, 25 em 2017 e 32 em 2018.

Pelo levantamento, os últimos anos têm sido marcados – em todo o País – pelo aumento no número de casos de feminicídios que chegam ao Poder Judiciário. Desde 2016, quando esses crimes passaram a ser acompanhados CNJ, a quantidade de processos só cresce. Em 2018, o aumento foi de 34% em relação a 2016, passando de 3.339 casos para 4.461. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira, 8, por ocasião do Dia Internacional da Mulher.

O número de sentenças de medidas protetivas aplicadas também apresentou mudança. No ano passado, foram concedidas cerca de 339,2 mil medidas – alta de 36% em relação ao ano de 2016, quando foram registradas 249,5 mil decisões dessa natureza. No caso do RN, foram 1.495 medidas protetivas em 2016, outras 1.067 em 2017 e 2.104 em 2018 – aumento de 41% no intervalo de dois anos.

O levantamento destaca que a coleta das informações sobre feminicídio é relativamente nova, uma vez que apenas em 2015 o crime passou a ser uma qualificadora do crime de homicídio, e incluído no rol dos crimes hediondos.

Desde 2007, por iniciativa do Conselho, juizados ou varas especializadas no combate à violência doméstica contra a mulher foram criados a partir da Recomendação CNJ n. 9/2007. Em 2011, foi editada a Resolução CNJ n. 128, para a criação de Coordenadorias da Mulher, voltadas para a articulação interna e externa do Poder Judiciário no combate e prevenção à violência contra a mulher, no âmbito dos tribunais estaduais.

O CNJ também instituiu como programa oficial dos tribunais de Justiça do País a Semana Justiça pela Paz em Casa, para fazer valer a Lei Maria da Penha (Lei n. 11.340/2006), agilizando a tramitação dos processos relativos à violência doméstica. O trabalho também conta com um olhar de prevenção, com a realização de cursos voltados para o fortalecimento da questão de gênero e de combate à violência contra a mulher junto à sociedade civil.

A exemplo dos últimos anos, em 2019, haverá três edições da mobilização. A primeira começa na segunda-feira, 11, e se encerra no dia 15 de março. De 19 a 23 de agosto ocorre a 14ª edição) e de 25 a 29 de novembro, a 15ª. Os magistrados também se reúnem nas chamadas Jornadas Maria da Penha para debater e aprimorar a aplicação das leis voltadas ao combate à violência doméstica e familiar contra a mulher.

AGORA RN

Postado em 9 de março de 2019 - 6:43h

Suspeito de cometer homicídio na Redinha é preso pela Polícia Civil

Policiais civis da Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriram, na manhã desta sexta-feira, 8, um mandado de prisão e de busca e apreensão contra Valdeci Bezerra da Silva, vulgo “Tati”, na comunidade da África, Redinha.

Valdeci “Tati” e um comparsa são suspeitos de matar Leonardo Salomão Bezerra com mais de 20 disparos de arma de fogo. O crime ocorreu no dia 15 de agosto de 2018, quando a vítima estava sentada em frente a sua residência, no bairro da Redinha.

Valdeci também é apontado como um dos principais responsáveis pelo tráfico de drogas na região. A polícia conta com o auxílio da população para que enviem informações, através do disque-denúncia anônimo – 181, sobre o paradeiro do comparsa de “Tati”, assim como a localização de armas e drogas.

AGORA RN

Postado em 9 de março de 2019 - 6:40h

Tido como líder do PCC na fronteira, brasileiro “Matrix” é preso no Paraguai

Considerado o principal líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) na fronteira entre os dois países, o brasileiro Thiago Ximenez, o “Matrix”, foi preso na madrugada desta sexta-feira, 8, no Paraguai.

Ele se entregou sem resistência, três dias depois de ter escapado de um cerco em que seu “braço direito”, Reinaldo de Araújo, foi morto por agentes das Forças de Operações Policiais Especiais (Fope) daquele país. Os dois haviam fugido juntos do quartel do Grupamento Especializado da Polícia Nacional, em Assunção, em dezembro de 2018.

“Matrix” estava escondido na mata, a menos de dois quilômetros do local em que seu parceiro foi morto em confronto com os policiais, na Villa Ygatimi, departamento de Canindeyú. Com ele, os policiais apreenderam uma pistola 9 mm. De acordo com o ministro do Interior, Juan Ernesto Villamayor, o foragido estava debilitado pelo período passado escondido no mato, por isso foi levado a um hospital e passou por reidratação. ‘Matrix’ foi levado para a capital e está custodiado no Grupamento Especializado, principal penitenciária de Assunção.

Conforme Villamayor, com base em antecedentes, será decidido se ele será expulso para o Brasil ou extraditado para a Argentina, onde também responde a processos criminais. A Argentina formalizou pedido de extradição de Ximenez, mas a decisão cabe às autoridades paraguaias. Segundo ele, o destino do preso será definido “o mais rápido possível”. Em sua conta no Twitter, o presidente paraguaio Mario Abdo felicitou a Polícia Nacional pela recaptura “de um dos principais chefes da organização PCC”.

Ximenez foi preso em 2014, em Ciudad del Este, pela participação em assalto a um carro-forte. Condenado a 20 anos de prisão em território paraguaio, ele já havia fugido da prisão anteriormente com outros 12 presos. ‘Matrix’ assumiu o comando do PCC na fronteira após a prisão do ex-líder Sérgio de Arruda Quintiliano Neto, o ‘Minotauro’, no início de fevereiro, em Camboriú, litoral de Santa Catarina.

REBELIÃO
A prisão de “Matrix” faz parte de um grande esforço que o país vizinho realiza para conter o avanço de facções brasileiras no país. Nesta quinta-feira, 7, um grupo de novos integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) tomaram um agente penitenciário como refém e comandaram uma rebelião, na penitenciária de Coronel Oviedo, departamento de Caaguazú, no Paraguai.

Conforme a Polícia Nacional, os revoltosos exigiam a renúncia do diretor Quintín González e melhoria nas condições dos presos. O guarda-cárcere Pablino Vera foi rendido pelos presos armados com estiletes e facas improvisadas. Os rebelados ameaçaram cortar sua cabeça e o feriram no rosto.

O motim teve início no Pavilhão C, quando o agente fazia a contagem de rotina dos presos. Ele foi rendido por detentos empunhando armas brancas, feitas no interior do presídio. O guarda teve os pés e as mãos amarrados. Os cinco presos que lideraram o motim foram identificados como novos integrantes do PCC no Paraguai. Eles ameaçavam matar o refém e colocar fogo nas celas, exigindo a presença de juízes e autoridades do governo.

Depois de cinco horas de negociação, a Polícia Nacional conseguiu conter o motim e libertar o refém. O ministro da Justiça, Julio Javier Rios, esteve na penitenciária e prometeu melhorar as condições dos internos em todos os cárceres do país. Segundo ele, os motivos do motim serão investigados. O ministro admitiu que a facção paulista estende seus tentáculos por países vizinhos, como o Paraguai, e tenta controlar os presídios. No ano passado, membros do PCC lideraram uma rebelião na penitenciária de Tacumbu, em Assunção.

Agência Estado

Postado em 9 de março de 2019 - 6:37h

Norma do STJ quer igualar homens e mulheres em cargos comissionados

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) editou uma norma para garantir que cargos e funções comissionadas no tribunal sejam ocupados na mesma proporção entre homens e mulheres. O texto foi assinado pelo presidente do STJ, ministro João Otávio de Noronha, no dia 1º de março, em cumprimento aos termos da Política Nacional de Incentivo à Participação Feminina no Poder Judiciário, aprovada em 2018.

A regra do STJ tem objetivo de igualar a ocupação dos cargos de chefia entre homens e mulheres no patamar de 50%. Atualmente, 47% dos cargos do tribunal são ocupados por mulheres. Entre os servidores efetivos, 47% são do sexo feminino. A maior proporção está entre as estagiárias, que representam 57,22% dos aprendizes.

O STJ também publicou duas novas resoluções para garantir prioridade na marcação de férias a servidoras que tiraram licença-maternidade e a dispensa de novo processo seletivo para estagiárias que retornaram ao trabalho após o nascimento do filho.

Agência Brasil

Postado em 9 de março de 2019 - 6:32h

Polícia Civil abre investigação sobre disparos que atingiram coordenador de administração penitenciária do RN

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) abriu nesta sexta-feira (8) as investigações para apurar o caso dos disparos de arma de fogo que atingiram o agente penitenciário Dhayme Araújo da Silva, Coordenador da Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada pelo delegado Ernani Júnior, responsável pelo inquérito.

De acordo com o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, o agente foi atingido por três tiros, e segue internado em estado grave, porém estável.

Mais conhecido como “PQD”, o coordenador foi baleado na noite do sábado (3), momento em que realizava uma ronda na área de acesso do Complexo Penitenciário de Alcaçuz, em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal. Um segundo agente penitenciário também foi ferido e também socorrido.

Em nota enviada à imprensa logo após o ocorrido, a Sejuc tratou o caso como “disparo acidental”, e não esclareceu em que condições os agentes foram baleados nem quem foram os atiradores.

“Abriremos hoje as investigações, mas ainda preciso de um tempo para ler os depoimentos e entender como tipificar o procedimento”, explicou o delegado Ernani Júnior.

A Sejuc emitiu uma nota na tarde desta sexta-feira (8) para informar que o quadro de saúde do agente Dhayme Araújo segue estável e em tratamento intensivo no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. Além disso, a nota diz que o “processo penal irá subsidiar o administrativo e que o Ministério Público está acompanhando passo a passo todas as movimentações e medidas adotadas”.

G1/RN

Postado em 9 de março de 2019 - 6:26h

Um homem foi morto a tiros dentro de sua residência na cidade de Japi-RN

Um homem conhecido por nonato foi morto a tiros dentro da sua própria residência na noite desta sexta-feira, 8 de março, na cidade de Japi-RN.
 Segundo informações preliminares, elementos chegaram em uma motocicleta por volta das 20h40min e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra a vítima que morreu no local. Após o crime os elementos fugiram com destino ignorado, não se sabe qual a motivação do homicídio.
Mais detalhes a qualquer momento!
JS BLOGUEIRO
Postado em 8 de março de 2019 - 23:21h

VÍDEO: Família cobra justiça para filha morta há quatro anos no Dia da Mulher

Há quatro anos, por volta das 2h da manhã, Inácio Ferreira recebeu uma notícia que mudou sua vida e a da sua esposa, Cleane Ferreira. Na madrugada daquele Dia da Mulher, em 2015, a filha do casal, Jéssica Dayane, de 18 anos, foi assassinada quando estava em um bar, no bairro de Igapó, Zona Norte de Natal.

Passado todo esse tempo, além da dor da perda, a família tem de conviver com outro sentimento doloroso: o da injustiça. Até hoje, o suspeito de ter cometido o crime, Marcos Miguel do Couto, não foi julgado pelo caso. Ele é condenado por outros crimes.

O pai de Jéssica reclama que sempre procura saber sobre o andamento do caso e sempre recebe a mesma informação, que aguarde porque quando a audiência for acontecer ele será avisado. A mãe da vítima, aos prantos, conta que após todo esse tempo a dor não passa. “Pra mim é um dia que não existe. Que nunca existiu. Eu hoje me sinto sem vida”, relata.

Ela diz que “a justiça dos homens não existe” e diz que só resta ter fé. “Às vezes eu me sinto incapaz de varrer até a minha casa. Uma tristeza imensa. Só uma mãe que passou por isso é que sabe dizer”, afirma.

O suspeito de ter matado Jéssica foi preso em 26 de agosto de 2015. A notícia foi divulgada pela Polícia Civil. Em 2016, Marcos Miguel voltou a figurar no noticiário policial. Num sábado, dia 27 de novembro, ele conseguiu fugir pela porta da frente da penitenciária de Alcaçuz, em Nísia Floresta.

Ele era considerado “preso de confiança” e se aproveitou disso para sair sem ser notado. Foi recapturado em 8 de fevereiro de 2017, na zona rural da cidade de Ceará-Mirim. Marco Miguel cumpria pena de 33 anos por assaltos e associação criminosa.

OP9

Postado em 8 de março de 2019 - 22:43h

LADRÕES ROUBAM BAR NA CIDADE DE ACARÍ

BLOG CN POLÍCIA: Por volta das 21h30min dessa sexta-feira, 08/03/2019, dois ladrões a pé, um deles armado com revólver, abordaram duas pessoas na cidade de acarí e roubaram dois aparelhos celulares e uma certa quantia em dinheiro. O assalto foi realizado em um bar “Bar da Meninas” naquele município, onde as vítimas foram a dona do estabelecimento e um cliente. Segundo as vítimas um dos bandidos estava de bermuda e o outro de calça jeans.  Nesse momento a Polícia Militar realiza diligências no intuito de identificar e prender os ladrões. Qualquer informação que ajude a localizá-los repassar para o COPOM via 190 ou direto para o celular da Guarnição de Acarí (84)9-9952-0169.

DA REDAÇÃO

Postado em 8 de março de 2019 - 22:29h

Polícia prende em MG quarto suspeito da morte de empresária potiguar

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), em operação conjunta com policiais civis de Minas Gerais prenderam nesta sexta-feira (8) Fábio Jorge Gomes dos Santos, conhecido como “Dentinho”, na cidade de Bom Repouso-MG, onde estava foragido.

Fábio é a quarta pessoa detida por suspeita de participação no homicídio da empresária potiguar Maria da Conceição de Lima Barbosa, de 56 anos.

O crime aconteceu no dia 7 de novembro do ano passado e no dia seguinte o corpo da vítima foi encontrado na Zona Rural do Município de Pedro Velho-RN, com marcas de tiros de revólver calibre 38 e de espingarda calibre 12.

Durante o início das investigações, os policiais civis da Deicor identificaram três suspeitos, dois em Alagoas e outro em Sergipe. Eles são Fábio de Souza Santos, conhecido como “Xuxa” e Lúcio Silva Calazans Júnior, ambos presos no mês de janeiro, e ainda Geraldo Pereira Júnior, conhecido como “Juninho”, preso no mês de fevereiro deste ano.

Segundo a Polícia Civil, a participação do quarto suspeito, Fábio “Dentinho”, no homicídio de Maria da Conceição consistiu não só em ter recrutado os “pistoleiros”, como também repassar o pagamento da execução aos comparsas.

As investigações apontaram que empresária Maria da Conceição Barbosa foi executada a mando do marido, Hugo Barbosa, por R$ 4 mil. O detalhe é que o suspeito de mandar assassinar a mulher morreu também, no dia 30 de janeiro, em um acidente de carro. A conclusão chegou exatamente três meses após o crime, no dia 7 de fevereiro.

OUTROS SUSPEITOS QUE JÁ HAVIAM SIDO PRESOS

RELEMBRE AQUI

JAIR SAMPAIO

Postado em 8 de março de 2019 - 22:03h

Caicó: Policiais femininas visitam mulheres com medidas protetivas no dia Internacional da mulher

No ‘Dia Internacional da Mulher’, policiais militares femininas do 6º BPM de Caicó, em curso de formação de sargentos, fizeram da data uma homenagem especial às mulheres vítimas de agressões dos companheiros.

As militares realizaram visitas às mulheres com medidas protetivas. Para as PFens, as medidas são importantes para a preservação da vida da mulher, mas que também as deixam restritas, expondo-as ao medo.

“É uma forma de apoiá-las, pois sabemos as dificuldades enfrentadas! Além de sofrer agressões, ficam à mercê de uma condição jurídica que, às vezes, não as salvam da morte. É preciso mais respeito à mulher”, diz uma PFem.

A programação das militares do curso de sargentos teve todo o apoio do comando do 6º BPM. Para o Ten. Cel. Walmary Costa, a Polícia Militar visa ações neste campo, onde possa a mulher ter o mesmo direito de ir e vir que o homem.

“À proteção à vida sempre foi e será a bandeira da Polícia Militar, e quando se trata da vida da mulher, notadamente nosso esforço se amplia, tendo em vista a alarmante estatística de feminicídio no país”, enfatiza o Ten. Cel. Walmary Costa.

O comandante elogiou a atitude das mulheres militares que tiraram essa sexta feira para visitar mulheres com medidas protetivas.

JAIR SAMPAIO

Postado em 8 de março de 2019 - 21:51h

Justiça manda prender jovem que atirou na PM após assaltos no Bairro Aeroporto em Mossoró.

Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos e da Força Nacional, cumpriram no final da tarde de quinta feira, 7 de março, um mandado de prisão preventiva, expedido pela justiça da comarca de Mossoró, em desfavor de Ranielle Nunes Ribeiro, 20 anos. O mesmo estava internado no Hospital Tarcísio Maia depois de trocar tiros com a Polícia Militar e ser baleado.

O caso ocorreu no dia 25 de fevereiro desse ano, nas proximidades do Centro Administrativo da Prefeitura de Mossoró no Bairro Aeroporto. A PM foi acionada para uma ocorrência de assalto naquela região e durante perseguição ao suspeito, Raniele que estava com uma moto roubada e armado atirou contra a guarnição da Força Tática. (Relembre o caso).

Houve revide a injusta agressão do criminoso e o mesmo acabou sendo baleado e conduzido pela própria polícia para o HRTM. Na ocasião, os policiais apreenderam a moto com queixa de roubo, um revólver com seis munições, sendo quatro intactas e duas deflagradas, além de um celular roubado de uma vítima.

A cerca de cinco dias, Raniele Nunes havia recebido alta do hospital e estava em casa se recuperando dos ferimentos provocados pelos tiros, só que a justiça atendendo um pedido do delegado da Defur, Dr. André Albuquerque expediu nesta quinta feira (7) o mandado de prisão contra ele. Após ser preso, Ranielle foi conduzido pela Força Nacional, à Cadeia Pública onde ficará a disposição da justiça.

FIM DA LINHA

Postado em 8 de março de 2019 - 21:49h

Polícia Civil incinera 150 quilos de drogas apreendidas em Mossoró

A Polícia Civil incinerou nesta manhã de sexta feira, 8 de março de 2019, em Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte, 150 quilos de drogas, entre maconha, crack e cocaina, apreendidas pela Denarc e Divipoe no ano de 2018 na cidade.

A destruição das drogas aconteceu em uma das caldeiras da Usibrás e contou com as presenças, do delegado geral adjunto da Polícia Civil, Dr. Odilon Teodósio, do delegado regional, Luiz Fernandoe do delegado da Denarc Alex Wagner e representantes do Ministério Público, Vigilância Sanitária e ITEP.

Essa foi a primeira incineração de drogas ocorrida em 2019 na cidade de Mossoró. De acordo com o deledgado regional Luiz Fernando, a destruição do material foi autorizada pela justiça.

A previsão é de que no próximo mês haverá uma nova incineração de entorpecentes,  sendo que a quantidade será bem maior do que a realizada nesta sexta feira. A Polícia Civil aguarda a autorização do judiciário para que a nova incineração ocorra no mês que vem.

FIM DA LINHA

Postado em 8 de março de 2019 - 21:45h

Polícia Civil do RN promove ações em alusão ao Dia Internacional da Mulher

As Delegacias Especializadas em Defesa da Mulher (DEAMs) de Natal (Zona Sul e Zona Norte) e Parnamirim estão lançando, nesta sexta-feira (08), a campanha ‘Março das DEAMs’ – que envolve um conjunto de atividades em alusão ao Dia Internacional da Mulher. As ações serão desenvolvidas ao longo desta sexta e também nos dias 15 e 22 deste mês.

Na programação estão atendimentos especiais das equipes e lançamento da Cartilha da DEAM, que contém informações úteis sobre violência doméstica e o trabalho realizado pelas Delegacias Especializadas.

A primeira ação, intitulada ‘As DEAMs vão até você’, começou nesta manhã na frente da Maternidade Leide Morais, em Nossa Senhora da Apresentação, bairro da Zona Norte de Natal, com atendimento às mulheres por meio da Delegacia Móvel da Polícia Civil e lançamento da cartilha e distribuição de esmaltes especiais.

No dia 15 de março, a partir das 9hs, haverá atendimento às mulheres pelas delegadas das DEAMs e suas equipes na DEAM Zona Sul, que fica na Rua Frei Miguelinho, na Ribeira. Na ocasião, também haverá a distribuição de cartilhas e esmaltes especiais.

Já no dia 22, a campanha acontece também a partir das 9hs, na DEAM Zona Norte. Lá, as mulheres receberão atendimento de saúde, cabeleireiros, manicures, além da distribuição da cartilhas e de esmaltes especiais. Na Zona Norte, a DEAM fica na Avenida João Medeiros Filho, nº 2141, bairro Potengi.

G1/RN

Postado em 8 de março de 2019 - 21:44h