Campanha de vacinação de animais contra febre aftosa começa no dia 1º de maio no RN

A primeira etapa da campanha de imunização de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa no Rio Grande do Norte começa neste domingo (1º). O rebanho potiguar é estimado em cerca de 1 milhão de animais.

Segundo o Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Estado, os produtores têm até o dia 31 de maio para imunizar seus animais, de todas as idades, e até 15 de junho para declarar o rebanho em um dos escritórios dos próprio do órgão, na Emater ou nas secretarias municipais de agricultura.

“A campanha começa agora e é importante que o produtor adquira suas vacinas nas revendas agropecuárias cadastradas no Ministério da Agricultura e o Idiarn, para que já possa ir imunizando seus rebanhos. Nas últimas campanhas, por uma questão de mercado, a vacina foi ficando mais escassa no final e, por consequência, o preço foi ficando mais elevado”, afirmou o diretor de Defesa e Inspeção Sanitária Animal, Renato Maia, orientando que os produtores adquiram os imunizantes o quanto antes.

Após adquirir a vacina, os produtores devem levar as doses a temperaturas entre 2 e 8 graus Célsius à propriedade, imunizar o rebanho e, posteriormente, declarar a vacinação dos animais.

Ainda de acordo com ele, o RN tem status de área livre da febre aftosa com vacinação desde 2014 e luta para conseguir o status de livre da aftosa sem vacinação.

“A doença é provocada por um virus simples, que tem grande poder de disseminação. Além de um problema sanitário, causa problemas econômicos. Se um único animal foi identificado com a doença pode pôr em cheque todo o status sanitário do país e automaticamente os mercados internacionais suspendem a compra dos produtos de origem animal no país”, afirma.

G1RN

Campanha de vacinação contra febre aftosa no RN — Foto: Governo do RN/Divulgação
Campanha de vacinação contra febre aftosa no RN — Foto: Governo do RN/Divulgação
Postado em 29 de abril de 2022 - 8:23h