Cirurgiã plástica e assistente de Ivo Pitanguy por 20 anos: quem é a médica brasileira que morreu em acidente na África

Médica Natale Gontijo morreu em acidente na África — Foto: Redes sociais

Morta nesta terça-feira (18) em um acidente de trânsito na Namíbia, a médica Natale Gontijo-Amorim tinha 30 anos de medicina, focados quase todos em cirurgia plástica.

Nas redes sociais, a profissional ostentava o fato de ter sido assistente por 20 anos do médico Ivo Pitanguy – famoso por ter transformado o Brasil na principal referência mundial em cirurgia plástica, ao desenvolver técnicas nas áreas de estética e de reparação. O médico morreu em 2016.

Além disso, a profissional tinha 15 anos dedicados ao estudo de medicina regenerativa e uso de células-tronco nos procedimentos, com doutorado na área.

Natural de Minas Gerais, ela era casada com o médico potiguar Charles Sá há mais de 20 anos, segundo o cunhado, o dentista Ricardo Sá. Além do Rio de Janeiro, onde morava, o casal tinha uma clínica em Natal e outra em Belo Horizonte. Natale estava trabalhando atualmente em Verona, na Itália, segundo o familiar.

Médico Charles Sá e a esposa Natale Gontijo, que morreu em acidente na África — Foto: Reprodução

De férias, o casal pretendia fazer safaris em diferentes países da África, porém, Natale morreu depois que o carro em que estava com o marido bateu de frente em outro veículo na Namíbia. Sete pessoas que estavam no outro carro morreram. O marido sobreviveu.

Carreira

Segundo um perfil publicado nas próprias redes sociais, Natale entrou no curso de medicina aos 16 anos, em Belo Horizonte, e se especializou primeiro em cirurgia-geral.

Em seguida, foi para o Rio de Janeiro, onde foi aprovada em uma seleção para o curso com Ivo Pitanguy. Após a formação, foi convidada para ser assistente de Pitanguy e exerceu a função por 20 anos.

Médica foi aluna e assistente de Ivo Pitanguy — Foto: Redes sociais

Interessada pela medicina regenerativa, a médica começou a estudar células tronco, foi para a Itália fazer seu doutorado e iniciou um trabalho de rejuvenescimento e regeneração.

Segundo a médica, seu trabalho usava as técnicas do professor Pitanguy associadas ao uso de células tronco. “Trabalho pioneiro no mundo do qual eu me orgulho muito”, comentou em um vídeo publicado.

Em maio, a profissional palestrou em um congresso em Roma e participou de uma visita ao Papa Francisco.

Médica brasileira participou de visita ao Papa em maio — Foto: Reprodução

Traslado

Segundo o cunhado, Natale chegou a ser socorrida com vida, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo dela será levado para a embaixada do Brasil no país africano a fim de aguardar os trâmites necessários para o traslado ao Brasil.

Ainda de acordo com a família, o marido dela, Charles Sá, também foi levado ao hospital com dores nas costas, mas já recebeu alta.

G1RN

Cirurgiã plástica Natale Gontijo mantinha clínica em sociedade com o marido em Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Postado em 19 de junho de 2024 - 12:55h