Criminoso filmado executando desafeto a tiros no Bairro Santo Antônio vai a julgamento popular nesta terça feira em Mossoró

O Tribunal do Juri Popular, julga nesta terça feira,19 de março de 2019, o réu Saulo Fernandes de Oliveiraacusado da prática de um homicídio ocorrido no dia 26 de setembro de 2017, na Estrada da Raiz, Bairro Santo Antônio em Mossoró RN, onde foi vítima o ex-presidiário, Fernando Bezerra da Silva, o “Mamosa“, na époco com 26 anos,

O crime teve repercursão em todo o estado, porque foi filmado por celulares e o vídeo jogado nas redes sociais. Após balear a vítima, o acusado avadiu-se do local, mas retornou em seguida quando percebeu que seu desafeto ainda estava vivo e terminou o serviço, executado Fernando Bezerra com vários tiros a queima roupa.

O julgamento teve início as 08h30min desta manhã de terça feira e deverá se estender até o início da tarde. Os interesses do réu estão sendo defendidos, pelos irmãos advogados, Otoniel Maia Júnior e Alysson Maia. Na acusação, representando o Ministério Público está atuando o promotor Ítalo Moreira.

Os trabalhos do julgamento, estão sendo presididos pelo Dr. Vagnos Kelly de Figueiredo, presidente do TJP. Quem vai decidir pela condenação ou absolvição do réu é o conselho de jurados, formado por sete membros da sociedade mossoroense.

O inquérito que apurou  o assassinato do ex-presidiário Fernando Bezerra e que culminou com a prisão de Saulo Fernandes, foi conduzido pela Delegacia de Homicídios de Mossoró, coordenada pelos delegados Rafael Arraes e Liana Aragão.

FIM DA LINHA

Imagem

 

Postado em 19 de março de 2019 - 19:34h