‘Esperamos uma decisão responsável’, diz governadora sobre votação da reforma da previdência no RN

Depois de a votação da reforma da previdência ser adiada pela quarta vez na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte nesta quarta-feira (22), a governadora Fátima Bezerra convocou uma entrevista coletiva nesta tarde em que reforçou a importância da pauta e pediu que os parlamentares tomem uma “decisão responsável” sobre o tema.

“A portaria do governo federal estabeleceu um prazo até 31 de julho dando obrigatoriedade para que estados e municípios façam as suas reformas nos âmbitos estadual e municipal. Nós só temos dois caminhos: aprovar a proposta de previdência estadual ou ter que aderir a reforma do governo federal”, explicou a governadora Fátima Bezerra.

A governadora citou que espera bom senso para a aprovação da pauta. “O prazo está acabando. A a palavra está com a AL. Quero reiterar minha confiança e esperança de que os parlamentares vão dar uma lição de maturidade, responsabilidade e compromisso com o RN, compreendendo que a norma é obrigatória”.

A reforma da previdência elaborada pelo governo está nas mãos dos deputados estaduais desde fevereiro para ser posta em votação. Para aprovação, precisa ter pelos menos 15 votos favoráveis (maioria qualificada) nos dois turnos de votação – atualmente, essa conta soma apenas 13. Por isso, os parlamentares aliados tem faltado às sessões para evitar o quórum de votação – apenas 12 estavam presentes nesta quarta-feira.

Postado em 23 de julho de 2020 - 8:39h