Polícia confirma um morto em tiroteio no Tennessee (EUA)

A polícia de Knoxville, no Tennessee (EUA), confirmou que um adolescente morreu no tiroteio que aconteceu na tarde desta segunda-feira (12) em uma escola secundária. Um policial, que fazia a segurança do local, foi baleado no quadril e levado para o hospital. O suspeito foi preso.

Ainda não existem informações sobre possíveis motivos para o crime, mas os demais estudantes foram rapidamente liberados para voltar para suas casas, segundo o superintendente das escolas da região, Bob Thomas.

Onda de crimes

A escola secundária Austin-East Magnet, na zona leste de Knoxville, onde aconteceu o crime, teve pelo menos quatro estudantes adolescentes mortos a tiros apenas entre o fim de janeiro e o início de março deste ano.

Justin Taylor, 15, morreu em 27 de janeiro após ser atingido pelo que a polícia afirmou que foi um tiro acidental, disparado por um amigo dele, de 17 anos, dentro de um carro. O amigo foi preso, acusado de homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Outro estudante, Stanley Freeman Jr, 16, foi baleado e morto enquanto voltava para casa em 12 de fevereiro. Dois adolescentes, de 14 e 16 anos, foram detidos acusados de assassinato.

Janaria Muhammad, 15, que tinha acabado de se matricular na Austin-East, foi encontrada baleada e morta do lado de fora de sua casa em Knoxville, em 16 de fevereiro.

Em 10 de março, Jamarion Gillette, 15, morreu no hospital. Ele tinha sido encontrado no dia anterior em uma trilha, com um ferimento causado por arma de fogo.

TIMES BRASÍLIA
Postado em 13 de abril de 2021 - 8:09h