Criminoso acusado de matar o cabo Gustavo em Natal morre em confronto com a polícia

O criminoso Renato Rovegno de Souza Júnior, de 23 anos morreu no início da manhã desta sexta-feira (23), durante um confronto com policiais militares do Batalhão de Policiamento de Choque, na comunidade Paço da Pátria, zona Leste de Natal, outro homem ainda identificado apenas como “Mago das praias”, também morreu.

A operação foi desencadeada com a finalidade de prender o homem que assassinou o policial militar Gustavo Pinheiro de Andrade, no último dia 13, em uma loja de celulares, no bairro Capim Macio. Na ocasião Renatinho, como era mais conhecido, atirou e matou o PM e levou a arma dele.

De acordo com o Tenente Coronel Antônio Pessoa, do Batalhão de Policiamento de Choque o trabalho foi feito por terra, rio e ar. “Conseguimos localizar o indivíduo depois de um trabalho envolvendo equipes que cercaram toda a comunidade, na região de mangue, na própria comunidade e com o apoio de uma aeronave”, disse.

Duas armas de fogo foram apreendidas, uma delas pertencia ao policial assassinado. Todo o material foi apresentado na DHPP onde transcorre o inquérito que investiga a morte de Gustavo Pinheiro.

PORTAL BO

Postado em 23 de abril de 2021 - 10:58h