Justiça reconhece identidade de vítima de homicídio e autoriza ao ITEP a liberação do corpo

A família de Antônio Carlos da Silva, vítima de homicídio por espancamento, no último domingo (02) no Parque das Rosas em Mossoró, conseguiu na justiça a liberação do seu corpo que permanecia no ITEP desde então.

O cadáver ainda não havia sido liberado, segundo a direção do Instituto de perícia, devido a falta de um documento com foto. Os familiares apresentaram apenas o registro de Nascimento, o que para o ITEP não aprova a identificação oficial.

A família foi orientada pela direção do ITEP, para através da defensoria pública do município acionar a justiça pedindo a liberação do corpo. Nesta quarta feira (5), após analisar o pedido, o judiciário reconheceu a identidade de Antônio Carlos da Silva e autorizou a liberação do cadáver, para os familiares providenciarem o enterro.

A vítima foi encontrada morta com sinais de espancamento, em frente a uma casa no Parque das Rosas. Até o momento não há informações sobre a motivação do crime. (Relembre).  A Delegacia de Homicídios e de Proteção a Pessoa (DHPP) está investigando o caso para tentar chegar ao autor e a real motivação do assassinato.

FIM DA LINHA
capa
Postado em 6 de maio de 2021 - 13:31h