Mossoroense foragido da justiça morre durante operação policial em Natal capital Potiguar

No final da tarde desta segunda feira 05 de junho de 2021, uma equipe de Policiais Militares da Força Tática do 4° BPM, saíram em diligência para cumprir um mandado de Prisão expedido pela justiça, em desfavor de Jackson Matheus da Silva Moura, 22 anos de idade, natural de MossoróDe acordo com a PM o foragido estava no condomínio Estuário do Potengi, na rua Construtor Severino Bezerra, em Natal, capital Potiguar.

Os policiais quando chegaram no local, bateram na porta do apartamento em que ele estava, ao perceberem certa agitação no imóvel, ouviram um alto estampido, momento em que decidem entrar no prédio. A equipe foi recebida por disparos de arma de fogo, mas utilizando de técnica, os policiais reagiram a injusta agressão, alvejando duas pessoas que estavam no interior do apartamento.

Os dois suspeitos, um identificado como, como João Victor Vidal e outro não identificado, mas que surgem boatos de que também seria de Mossoró, foram socorridos para o hospital, mas não resistiram. O Mossoroense Jackson Matheus tentou fugir da ação policial, através de uma janela do apartamento, mas acabou caindo e morrendo na hora. No local os policiais apreenderam: 02 armas de fogo, 01 uma pistola calibre 380 e um Revólver calibre 38, munições, balança de precisão, celulares, relógios, pertences pessoais, drogas e muitas joias, possivelmente de ações criminosas realizadas pelo bando.

Os acusados são apontados como autores de roubos na cidade de Lajes, na região Central e Baraúna na região Oeste do estado. Jackson Matheus tinha condenação de 16 anos de prisão por crimes de Associação Criminosa (artigo 288), Roubo (artigo 157) e porte ilegal de arma (artigo 16), todos do Código Penal Brasileiro e estava com mandado de prisão em aberto, expedido pela justiça da comarca de Mossoró RN.

A ação teve apoio da Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado (FT-NUDEM), coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais, sob a chancela da SEOPI/MJSP (Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública) e da SESED (Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social).

FIM DA LINHA

capa

capa

Postado em 6 de julho de 2021 - 14:40h