Governadores do Nordeste querem proibir policiais em atos no ‘dia 07’

Os governadores do Nordeste reunidos em Natal, posicionaram-se contra a presença de policiais militares na condição de manifestantes no dia 07 de Setembro, data em se comemora no país a Independência de Portugal. Por sugestão do governador do Maranhão, Flávio Dino, os governantes aprovaram nota em que conclamam a sociedade e as instituições à defesa da legalidade e da paz.

“Eu sou daqueles que teme mais o setembro de 2022 do que o de 2021”, avisou o governador Flávio Dino, diante das ameaças das manifestações contra as instituições brasileiras no feriado do Dia da Independência.

No documento elaborado ontem,  na assembleia ordinária do Consórcio Nordeste, que ocorreu no Centro de Convenções de Natal, os governadores afirmaram que “somente assim o Brasil terá condições de combater a inflação, o desemprego e a pobreza que crescem nos lares das famílias da nossa nação”.

Os governadores declararam, na nota oficial, que “reafirmamos que as instituições estaduais cumprirão a missão de proteger a ordem pública e, por isso mesmo, não participarão de qualquer ação que esteja fora da Constituição. Não permitiremos que atos irresponsáveis tumultuem o Brasil.”

Por Tribuna do Norte

Postado em 26 de agosto de 2021 - 14:59h