O paraíso e o inferno: Turistas são vítimas da insegurança no RN

O engenheiro Rodrigo Medrado, de 48 anos tinha o desejo de conhecer as belezas naturais do Estado, as praias, o clima de Natal e o calor acolhedor de quem vive por aqui. Acompanhado do namorado e da mãe o jovem mineiro caminhava próximo as falésias de Cotovelo quando um assaltante exigiu deles os bens. Armado, o bandido atirou contra o turista que foi ferido abdômen e morreu horas depois em um hospital na cidade de Parnamirim. O que deveria ser um passeio se tornou em pesadelo para a família.

A história de Rodrigo se confunde com a de tantas outras pessoas que procuram o Rio Grande do Norte como destino turístico, no caso do engenheiro a morte chegou cedo e inesperada. Porém muitos que aqui chegam encontram o inferno como cartão postal, enquanto aproveitam cenários tão divulgados, como o Forte dos Reis Magos e o Morro do Careca, nossos visitantes acabam surpreendidos por bandidos armados que surgem do nada se valendo da ausência daqueles que deveriam estar ali garantindo a lei e a ordem. A polícia até faz o trabalho dela, mas o problema é que é pouca polícia para muitos bandidos.

A dermatologista Aline Lopes veio com a mãe e a prima para Natal visitar a cidade paraíso, mas voltou para Brasília amparada por Boletim de Ocorrência que de nada servirá. Aline teve uma arma apontada para cabeça enquanto admirava o Morro do Careca em uma manhã de segunda-feira. O assaltante levou dela, da mãe e da prima os celulares e dinheiro, na ocasião a polícia foi acionada, realizou diligencias, no entanto, nem os pertences, nem o bandido nunca foram encontrados.

O recém reinaugurado Farte dos Reis Magos, considerado uma das atrações turísticas mais visitadas também passou a ser cenário da insegurança. Um grupo de pessoas vindo de São Paulo foi assaltado enquanto trafegava pela estrada que dá acesso ao local. Uma das vítimas afirmou para o PortalBO que dois assaltantes armados cercaram o grupo e exigiram tudo, levando todos os pertences de quem estava ali. Os turistas paulistas afirmaram que em nenhum momento a polícia apareceu.

Neste feriadão de Aparecida seis chalés de um hotel na praia de Touros foram literalmente invadidos por criminosos, o arrastão ocorreu na madrugada enquanto a maioria dos hospedes descansava. Um deles relatou que os bandidos ainda forçaram a porta, mas não conseguiram entrar. Cerca de 20 pessoas tiveram os bens violados, foram ameaçadas e espancadas. Até agora nenhum dos assaltantes foi identificado ou localizado.

Diante de uma realidade latente da insegurança não há mais por que comparar essas terras potiguares com o paraíso, visitar o RN é agora um desafio onde é claramente possível admirar o belo e o caos; seja bem-vindo.

PORTAL BO

Postado em 12 de outubro de 2021 - 9:45h