Polícia Civil e MP apreendem celulares de suspeito de armazenar pornografia infantojuvenil em uma casa na Zona Sul de Natal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e a Polícia Civil cumpriram um mandado de busca e apreensão nesta terça-feira (18), em Natal, durante uma operação que investiga o crime de pornografia infantojuvenil.

O cumprimento se deu na casa de um homem, que é suspeito de armazenar conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. O imóvel fica em um bairro – não revelado pelas autoridades – na Zona Sul de Natal.

A operação foi denominada “Arcanjos”. No local, foram apreendidos aparelhos telefônicos, computadores, pen drives e outros eletrônicos capazes de armazenar fotos, arquivos de áudio e vídeo, além de mensagens escritas.

As investigações conjuntas do MPRN e da Polícia Civil apontam que o suspeito baixava vídeos da internet com conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

O MPRN e a Polícia Civil também investigam se o suspeito agia sozinha ou se teria ajuda de outras pessoas para o cometimento dos crimes.

O objetivo a operação é combater o crime de armazenamento de conteúdo pornográfico infantojuvenil, previsto no Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).

O material apreendido será encaminhado ao laboratório forense computacional do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MPRN, para ser analisado.

G1RN

Durante a operação "Arcanjos" foram apreendidos aparelhos telefônicos, computadores, pen drives e outros eletrônicos.  — Foto: Cedida/ MPRN
Durante a operação “Arcanjos” foram apreendidos aparelhos telefônicos, computadores, pen drives e outros eletrônicos. — Foto: Cedida/ MPRN
Postado em 18 de janeiro de 2022 - 12:02h