Vigilante é preso pela PM após matar cachorro com 12 tiros de pistola 9mm em Mossoró no Oeste Potiguar

O vigilante José wallysson Silva Negreiros 31 anos de idade, natural de Campina Grande/PB foi preso no início da noite de segunda-feira, 16 de maio de 2022, após matar um cachorro da raça Bulldog no Conjunto Nova Mossoró.  De acordo com o sargento Sidney Góis que efetuaou a prisão,  o cachorro teria invadido a residência do vigilante matou o cachorro da casa, e se dirigiu para o quarto onde estava uma criança, mas por pouco não conseguiu atingí-la.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e depois de muito trabalho conseguiu conter o Bulldog. O vigilante vendo a situação entrou em desespero, mesmo com o cão imobilizado, sacou a pistola 9mm e efetuou 12 tiros no animal, que morreu na hora. No interior da casa um rastro de sangue, do outro cachorro morto pelo Bulldog. Há informações de que a mulher do vigilante, grávida teria sido derrubada pelo animal, mas ela não foi atacada pelo cachorro.

Ela foi socorrida para o Hospital Tarcísio Maia para avaliação médica. Após ser preso em flagrante, o vigilante foi conduzido à Delegacia de Plantão, onde foi autuado em flagrante, pelo delegado Valtair Camilo de Paiva, por crimes de maus tratos seguido de morte e porte ilegal de arma de fogo.

A pistola é legalizada com registro de posse, mas como o vigilante foi preso em via pública com a arma na mão o delegado, baseado nos depoimentos da PM e do Corpo de Bombeiros, entendeu que houve crime de porte ilegal de arma de fogo. O vigilante foi encaminhado para exames de corpo de delito no Itep e em seguida foi levado para a Cadeia Pública, onde ficará a disposição da justiça.

FIM DA LINHA

Postado em 17 de maio de 2022 - 14:44h