Polícia prende outro suspeito de envolvimento na morte de guarda municipal de Natal

A Polícia Militar prendeu um segundo suspeito de participar da morte do guarda municipal Domício Soares Filgueira, no último dia 29 de setembro, no Parque da Cidade. Petterson Romano de Lima, de 27 anos, foi detido na comunidade do Rabo da Cachorra, no bairro de Cidade Nova, na zona Oeste de Natal, nessa quarta-feira (02).

De acordo com a PM, o homem estava em um carro com outra pessoa quando eles foram abordados. A dupla ainda tentou escapar, mas foi impedida pelos policiais. Na abordagem, os militares encontraram drogas e dinheiro.

Ao ser questionado sobre os seus documentos pessoais de identificação, o suspeito disse que estavam em casa. Os PMs foram lá e encontraram mais entorpecentes e dinheiro fracionado.

Na delegacia, os policiais identificaram que ele seria suspeito de envolvimento na morte do guarda municipal. “Parece que estavam ele e mais dois ou três. Inclusive ele é suspeito. Eles foram efetuar o roubo para tentar roubar a arma e o colete. Chegando lá, um deles efetuou um disparo contra o guarda, houve revide e, infelizmente, um guarda faleceu”, detalhou um policial militar que participou da ocorrência.

O homem, que utiliza tornozeleira eletrônica e responde por tráfico de drogas, deve ganhar mais uma autuação pelo mesmo crime. Ele ficou em silêncio na maior parte do tempo em que estava na delegacia, mas decidiu falar e negar envolvimento no crime no Parque da Cidade. “Manda puxar minha localização”, disse.

Outro detalhe da ação policial dessa quarta-feira (02) foi um celular. O aparelho estava no banco de trás do veículo, mas o suspeito afirmou que não sabia quem era o dono. Contudo, durante a abordagem, o celular tocou e a pessoa que ligou procurava pelo suspeito.

“O celular encontrava-se no banco traseiro do carro dele. Ele não sabia de quem era, em nenhum momento falou que era dele. Houve um momento em que o celular tocou. Ele atendeu. E a primeira coisa que o pessoal falou foi ‘Romano’. Ele ficou calado e desligaram”, contou o PM.

O crime

Domício Soares Filgueira foi morto no dia 29 de setembro de 2022. Ele estava de serviço no Parque da Cidade, no acesso que fica no bairro de Cidade Nova, na zona Oeste de Natal. Ele foi atingido por pelo menos um tiro na cabeça.

Uma guarda municipal, identificada como Ana Paula, foi baleada na perna. Após o crime, dezenas de policiais militares e agentes municipais se concentraram nas buscas pelos suspeitos.

No último dia 27 de outubro, um suspeito de participar do crime foi detido. “Galeguinho”, como foi identificado, também foi detido na comunidade do “Rabo da Cachorra”.Polícia MilitarCrimeGuarda Municipal de Natal

PORTAL DA TROPICAL

Postado em 4 de novembro de 2022 - 8:49h