Juri popular de Mossoró condena assassino de fisioterapeuta a 18 anos de prisão em regime fechado

O Tribunal do Júri Popular da Comarca de Mossoró, no Oeste Potiguar, condenou nesta terça-feira 29 de novembro de 2022, o réu Vinicius Rafael Silva de Araújo, pelo assassinato do fisioterapeuta Hadirson Kaio Marcelino da Silva, 29 anos, crime ocorrido no dia 8 de maio deste ano.

Os jurados acataram a tese levantada pelo Minisitério Público, de homicídio duplamente qualificado e votaram na sala secreta pela condenação do réu. A pena imposta pela justiça foi de 18 anos de prisão, inicialmente em regime fechado.

Vinicius Rafael responde a outro processo, também de homicídio. Ele é acusado de matar Bruno Alisson do Nascimento, de 32 anos, crime ocorrido no dia 5 de abril do corrente ano, na Rua Emílio Castelar no Bairro Barrocas em Mossoró. Ainda não há informações sobre a data desse outro julgamento.

FIM DA LINHA

Local onde o corpo do fisioterapeuta foi encontrado

Postado em 29 de novembro de 2022 - 20:48h