Homens armados invadem UBS na Zona Norte de Natal e fazem arrastão

Bandidos invadiram a Unidade Básica de Saúde do Panatis, na Zona Norte de Natal, e realizaram um arrastão na tarde desta quinta-feira (25). Armados, eles roubaram os celulares de funcionários e pacientes que estavam na sala de vacinação.

Segundo a Polícia Militar, eram quatro homens, que chegaram ao local em um carro modelo HB20, de cor preta, que havia sido roubado pouco antes. Com o veículo, eles fizeram outros assaltos e arrastões na Zona Norte.

Três deles pularam o muro da UBS e se dirigiram ao auditório, que funciona como sala de vacinação contra Covid. Cerca de 40 pessoas estavam no local quando um homem armado anunciou o assalto, por volta das 14h.

“Um homem entrou, se escorou em uma das portas. Outro rapaz armado entrou abordando todo mundo e pedindo os celulares. Uma funcionaria entrou na sala, sem entender o que estava acontecendo, e ele (bandido) foi bastante agressivo, ameaçou com a arma”, contou uma enfermeira. “Eles assaltaram a sala de vacina. Não entraram nos consultórios”, contou.

“Um homem entrou, se escorou em uma das portas. Outro rapaz armado entrou abordando todo mundo e pedindo os celulares. Uma funcionaráia entrou na sala, sem entender o que estava acontecendo, e ele (bandido) foi bastante agressivo, ameaçou com a arma”, contou uma enfermeira. “Eles assaltaram a sala de vacina. Não entraram nos consultórios”, contou.

Por causa do arrastão, a UBS interrompeu os atendimentos mais cedo e fechou as portas.

“Um homem entrou, se escorou em uma das portas. Outro rapaz armado entrou abordando todo mundo e pedindo os celulares. Uma funcionaria entrou na sala, sem entender o que estava acontecendo, e ele (bandido) foi bastante agressivo, ameaçou com a arma”, contou uma enfermeira. “Eles assaltaram a sala de vacina. Não entraram nos consultórios”, contou.

Por causa do arrastão, a UBS interrompeu os atendimentos mais cedo e fechou as portas.

As vítimas do arrastão prestaram queixa na delegacia do conjunto Santarém. De acordo com a PM, o carro utilizado pelos bandidos na fuga foi recuperado no bairro de Igapó.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Natal conta que foi realizado boletim de ocorrência e espera que a polícia encontre os culpados e recupere os pertences roubados”. Destaca ainda que, “devido ao ocorrido, a unidade de saúde segue temporariamente fechada, retomando as atividades na segunda-feira (29)”.

G1RN

Bandidos invadem e fazem arrastão em UBS na Zona Norte de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Bandidos invadem e fazem arrastão em UBS na Zona Norte de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Postado em 26 de novembro de 2021 - 8:47h

Suspeito de assaltos a bancos que movimentava até R$ 20 milhões por mês é preso em Patos, PB

Um homem de 40 anos suspeito de movimentar até R$ 20 milhões por mês com o tráfico de drogas na Paraíba e no Rio Grande do Norte foi preso na tarde desta quinta-feira (25) de novembro, na cidade de Patos, no Sertão. O suspeito estava entre os detentos que fugiram do presídio PB-1, em João Pessoa, em 2018, mas voltou a ser preso no mesmo ano.

Segundo a polícia, o homem conseguiu sair da cadeia mediante determinação judicial, mas teve novo mandado de prisão decretado, que foi cumprido pelas equipes da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO/PCPB) e da Deicor/PCRN, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com investigações da polícia, o suspeito chegou a movimentar em torno de R$ 20 milhões por mês nos dois estados, chefiando negócios ligados ao tráfico de drogas. Os roubos a instituições financeiras e a carros-fortes, dos quais o investigado teria participado, também serviam para financiar o comércio de drogas.

“Era um dos criminosos mais procurados no Nordeste, tendo em vista sua posição na hierarquia do crime, chefiando organizações criminosas que causam grandes prejuízos à sociedade. No Rio Grande do Norte, investigações apontam a participação dele em vários ataques a bancos”, disse o delegado Diego Beltrão, da DRACO.

G1RN

Carro-forte foi explodido durante assalto na BR-304 em Assú, na região Oeste potiguar — Foto: Sara Cardoso/Inter TV Costa Branca
Carro-forte foi explodido durante assalto na BR-304 em Assú, na região Oeste potiguar — Foto: Sara Cardoso/Inter TV Costa Branca
Postado em 26 de novembro de 2021 - 8:40h

Polícia registra homicídio a bala durante a madrugada em Ipanguaçu interior do RN

A Polícia Militar registrou na mandrugada desta quinta feira 25 de novembro de 2021, mais um homicídio a bala, com invasão a domicílio no Rio Grande do Norte. O crime aconteceu por volta das 02h00min de Japiaçu, na zona rural de Ipanguaçu, região Oeste do estado. A vítima foi identificada como, Francisco Angleyson da Silva de 25 anos de idade e era natural de Angicos RN.

Ele foi executado com vários tiros, enquanto dormia em uma rede. Segundo a PM que atendeu a ocorrência, a vítima teve a cabeça esfacelada em decorrência dos disparos. Ainda não há in formações sobre a motivação do crime. A polícia informou que a vítima tinha passagem pelo sistema prisional do estado por cometimento de crime de violência domestica.

A equipe do ITEP foi ao local e depois de realizar os procedimentos de perícia na área do crime, recolheu o corpo para ser examinado em sua base na cidade de Mossoró. A Polícia Civil vai instaurar inquérito policial para investigar o crime. A princípio o caso será investigado como execução.

FIM DA LINHA

capa
Postado em 26 de novembro de 2021 - 8:38h

Governo Federal prevê a implantação de 216 escolas cívico-militares até 2022

O governo federal informou nesta quarta-feira (24) que vai implantar 216 escolas cívico-militares em todo o país até o fim do ano que vem. O anúncio antecipa em um ano a meta do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim). Quando foi lançado, em 2019, o programa previa 200 escolas neste modelo até 2023. Atualmente, de acordo com o Ministério da Educação (MEC), há 127 escolas adotando esse modelo em 26 estados. Elas atendem cerca de 83 mil famílias.

Segundo Ribeiro, a demanda atual pela implantação desse modelo de escola já soma mais de 300 municípios, e não será possível atender a todos até o fim do ano que vem. “O sucesso desse programa é tamanho que, atualmente, nós temos mais de 300 municípios em fila de espera, querendo assumir esse modelo, e nós não temos condição de atender a todos”.

O modelo cívico-militar é diferente do modelo das escolas militares mantidas pelas Forças Armadas. De acordo com o MEC, as secretarias estaduais de Educação continuam responsáveis pelos currículos escolares, que é o mesmo das escolas civis. Os militares, que podem ser integrantes da Polícia Militar ou das Forças Armadas, atuam como monitores na gestão educacional, estabelecendo normas de convivência e aplicando medidas disciplinares.

Para participar do programa, as escolas devem ter entre 501 e mil matrículas nos anos finais do ensino fundamental e do médio, atender aos turnos matutino e/ou vespertino, ter alunos em situação de vulnerabilidade social e desempenho abaixo da média estadual no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Além disso, a adesão da escola deve ser precedida de aprovação da comunidade escolar, por meio de consulta pública presencial ou eletrônica. Em 2022, serão abertos processos de adesão para 89 novas escolas.

Durante a cerimônia de certificação, o presidente Jair Bolsonaro defendeu esse modelo de gestão educacional. “O que nós queremos com as escolas cívico-militares? Mostrar para todos os pais que onde há hierarquia, disciplina, respeito, amor à pátria, dedicação, a garotada tem como aprender e ser alguém lá na frente”, afirmou.

De acordo com o diretor de Políticas para Escolas Cívico-Militares do MEC, Gilson Passos, ainda não há indicadores consolidados sobre a eficácia desse modelo, mas relatos de diretores de escolas mostram que as escolas cívico-militares já estariam produzindo resultados positivos.

“É possível perceber o aumento pela procura de vagas nas escolas e que as questões de abandono, evasão e violência escolar já não são mais as principais preocupações dos diretores”, afirmou em discurso. 

Agência Brasil

O governo federal informou nesta quarta-feira (24) que vai implantar 216 escolas cívico-militares em todo o país até o fim do ano que vem. O anúncio antecipa em um ano a meta do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim). Quando foi lançado, em 2019, o programa previa 200 escolas neste modelo até 2023. Atualmente, de acordo com o Ministério da Educação (MEC), há 127 escolas adotando esse modelo em 26 estados. Elas atendem cerca de 83 mil famílias.

Segundo Ribeiro, a demanda atual pela implantação desse modelo de escola já soma mais de 300 municípios, e não será possível atender a todos até o fim do ano que vem. “O sucesso desse programa é tamanho que, atualmente, nós temos mais de 300 municípios em fila de espera, querendo assumir esse modelo, e nós não temos condição de atender a todos”.

O modelo cívico-militar é diferente do modelo das escolas militares mantidas pelas Forças Armadas. De acordo com o MEC, as secretarias estaduais de Educação continuam responsáveis pelos currículos escolares, que é o mesmo das escolas civis. Os militares, que podem ser integrantes da Polícia Militar ou das Forças Armadas, atuam como monitores na gestão educacional, estabelecendo normas de convivência e aplicando medidas disciplinares.

Para participar do programa, as escolas devem ter entre 501 e mil matrículas nos anos finais do ensino fundamental e do médio, atender aos turnos matutino e/ou vespertino, ter alunos em situação de vulnerabilidade social e desempenho abaixo da média estadual no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Além disso, a adesão da escola deve ser precedida de aprovação da comunidade escolar, por meio de consulta pública presencial ou eletrônica. Em 2022, serão abertos processos de adesão para 89 novas escolas.

Durante a cerimônia de certificação, o presidente Jair Bolsonaro defendeu esse modelo de gestão educacional. “O que nós queremos com as escolas cívico-militares? Mostrar para todos os pais que onde há hierarquia, disciplina, respeito, amor à pátria, dedicação, a garotada tem como aprender e ser alguém lá na frente”, afirmou.

De acordo com o diretor de Políticas para Escolas Cívico-Militares do MEC, Gilson Passos, ainda não há indicadores consolidados sobre a eficácia desse modelo, mas relatos de diretores de escolas mostram que as escolas cívico-militares já estariam produzindo resultados positivos.

“É possível perceber o aumento pela procura de vagas nas escolas e que as questões de abandono, evasão e violência escolar já não são mais as principais preocupações dos diretores”, afirmou em discurso. 

Agência Brasil

Postado em 25 de novembro de 2021 - 9:16h

Polícia Civil prende duas mulheres por receptação de motocicleta em Macaíba

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba prenderam, Marília Gabriela Souza da Silva, 30 anos, e Kaliane Campelo Gonçalves Lira, 34 anos. Elas foram detidas na zona rural de Macaíba, pelo crime de receptação e posse de drogas para consumo pessoal.

A prisão aconteceu quando os policiais retornavam de diligências na cidade de Vera Cruz e se depararam com a dupla em uma motocicleta. Diante do aparente nervosismo das suspeitas, a equipe realizou a abordagem e, ao checar a placa da motocicleta, não foram constatadas irregularidades. No entanto, após novas e mais apuradas pesquisas, foi possível constatar que a motocicleta continha registro de furto/roubo e que era um clone de veículo.

Com Kaliane Campelo, foram encontradas duas porções de drogas, sendo uma de maconha e outra de cocaína. Na ocasião, as suspeitas informaram que as substâncias pertenciam a ambas. Elas foram conduzidas à delegacia para autuação em flagrante, sendo Kaliane Campelo colocada em liberdade, após o pagamento da fiança arbitrada. Em razão do não recolhimento do valor estipulado, Marilia Gabriela foi encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil agradece o apoio que vem recebendo da população local e pede que continuem enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou pelo número da Delegacia Municipal de Macaíba: 98114-4042.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS.

Postado em 25 de novembro de 2021 - 9:10h

Homem de Angicos é morto a tiros na comunidade de Japiaçu, zona rural da cidade de Ipanguaçu/RN

Na madrugada desta quinta-feira, 25 de novembro de 2021, por volta das 02hs a polícia militar do destacamento da cidade de Ipanguaçu, receberam a informação de que um crime de homicídio teria acontecido na comunidade de Japiaçu, na zona rural da cidade de Ipanguaçu, no interior do Rio Grande do Norte.

Segundo informações, a vítima identificada por nome Francisco Angleyson da Silva, 25 anos de idade, da cidade de Angicos, estava deitado em uma rede, quando alguns elementos chegaram e efetuaram vários disparos de arma de fogo na região da cabeça que ficou esfacelada.

A vítima residia na cidade de Angicos, mais sempre estava na comunidade a trabalho na época de colheita de manga e até o moemtno não tivemos informações sobre a motivação do crime.

Francisco já tinha passagem pela polícia, na lei Maria da Penha, inclusive hoje, 25 iria comparecer a uma audiência no fórum de Angicos.

O ITEP removeu o corpo de Francisco para sede do órgão em Mossoró.

FOCOELHO

Postado em 25 de novembro de 2021 - 9:08h

Educador que passou 5 horas refém de adolescentes infratores relata tensão: ‘Não tive o que fazer a não ser me render’

Após passar cinco horas refém de adolescentes infratores internos do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Pitimbu, localizado em Parnamirim, na Grande Natal, um funcionário do local relatou os momentos de tensão vividos sob ameaça de armas brancas. O servidor pediu para não ser identificado.

“Não tive o que fazer a não ser me render”, afirmou o homem.

O caso aconteceu na tarde de quarta-feira (24). O local era conhecido antes como Ceduc. O funcionário foi libertado, sem ferimentos, depois de negociação entre agentes educadores, policiais militares e os adolescentes. Ele ficou das 14h às 19h refém dos adolescentes.

De acordo com o educador, ele e mais três a agentes estavam conduzindo dois adolescentes para um alojamento, quando houve o ataque.

“Ao chegar lá, a gente fez o procedimento, em que pedimos para que eles se agacharem com a mão na cabeça no canto da cela. Fizemos isso com os dois que estavam lá dentro e no momento da abertura da cela, para colocar os dois que estavam fora foi a hora que os dois de dentro atacaram os agentes – eu e mais três”, relatou.

O ataque, segundo ele, ocorreu com armas brancas fabricadas artesanalmente pelos internos. Houve um embate e três agentes conseguiram sair do local e fechar os quatro adolescentes na cela junto com o refém.

“Mas como partiram para cima de mim com objeto pontiagudo – que já senti no pescoço, a ponta – não tive o que fazer a não ser me render e ficar sob comando deles”, contou.

De acordo com o servidor, os jovens queriam deixar a unidade, levando ele como garantia de fuga. Ao longo das horas, ele conta que os colegas perguntavam rotineiramente se ele estava bem ou precisava de algo. Apesar das ameaças, ele não foi ferido. O alívio veio com a liberação.

O servidor criticou o que chamou de “afrouxamento” dos protocolos de segurança, como a ausência do uso de algemas durante o deslocamento dos internos.

“Acredito que vai acontecer novamente. Cada vez que se afrouxa esses protocolos de segurança, como a condução de vários internos sem algema, há várias possibilidades. Essa orientação que vem de cima é que a gente conduza eles livremente, com cabeça para baixo e braço para trás, e eles não fazem, muitos não fazem e ficam em atitude de deboche, de zombaria. Então a gente não tem nenhum respaldo”, argumentou.

De acordo com o presidente da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fundase/RN), Herculano Campos, o motim foi realizado por quatro internos inicialmente. Dois deles depois deixaram a ação e os outros dois permaneceram.

Eles renderam o funcionário, que é um educador, com hastes de antenas de uma televisão, que se tornou um objeto parecido a um facão, mas que “não tinha capacidade de força perfurante”, segundo o presidente da Fundase.

Segundo o capitão Flávio Peixoto, negociador da Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas (Rocam), os adolescentes fizeram algumas reinvindicações e a partir daí houve uma negociação.

“Algumas não foram atendidas, claro, como alguns que queriam ser liberados para fuga. Isso a gente não permite, óbvio. Pediram contato com os familiares pra salvaguardar a integridade física deles, e também o contato com a imprensa”, explicou.

“Nós fomos gradativamente conversando e conseguimos obter êxito com a negociação e a libertação do agente educador sem ferimento, ileso, bem como dos adolescentes infratores”.

‘Não há maus-tratos’

O presidente da Fundase negou ainda que haja qualquer tratamento com maus-tratos aos adolescentes na unidade. “Em geral, esse tipo de acusação é a moeda de troca que eles jogam pra se fazerem de vítima. A gente não trabalha com maus-tratos de adolescente”, afirmou.

Ele pontua, no entanto, que é preciso lembrar que os adolescentes fazem parte muitas vezes de grupos criminosos.

“Lidamos com pessoas muitas das quais são articuladas com facções do crime organizado. Mas nós temos por princípio trabalhar com a segurança socioeducativa. Nós rechaçamos qualquer acusação de maus-tratos com os meninos”, pontuou.

O Corpo de Bombeiros também foi acionado e a equipe da corporação chegou a entrar na unidade. Houve relato de fogo na parte interna durante o motim.

Ação recente

Em julho deste ano, outra ação foi registrada no Case Pitimbu. Adolescentes de duas facções rivais entraram em conflito entre si, queimaram colchões e quebraram celas no Case Pitimbu durante um princípio de rebelião.

O movimento foi controlado apenas na conversa com os policiais. Não houve feridos, reféns e nem fugas registradas.

G1RN

Armas artesanais usadas pelos adolescentes internos que fizeram educador refém na Grande Natal. — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Armas artesanais usadas pelos adolescentes internos que fizeram educador refém na Grande Natal. — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Centro socioeducativo Pitimbu (Case) Grande Natal Parnamirim  — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Centro socioeducativo Pitimbu (Case) Grande Natal Parnamirim — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Postado em 25 de novembro de 2021 - 9:06h

Polícia Civil encontra três armas e prende suspeito em flagrante durante operação na Grande Natal

Uma operação deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (24) em Parnamirim, na Grande Natal, resultou na prisão de um suspeito em flagrante e na apreensão de três armas de fogo.
De acordo com a corporação, a operação “Magister” tinha objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão no bairro Santa Tereza, como resultado da investigação do assassinato de Weligton Nogueira de Góis, de 33 anos, na madrugada do dia 12 de maio de 2021.
Durante o cumprimento dos mandados, os policiais civis localizaram três armas de fogo: um revólver calibre .38; um revólver tracker calibre .357 e uma pistola calibre 9mm. Também foram apreendidos três carregadores, cinco aparelhos celulares e mais de 100 munições.
Um dos alvos de mandado de busca e apreensão foi preso em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e munições, além de receptação. De acordo com a polícia, o homem foi conduzido até a delegacia e depois encaminhado ao sistema prisional.
A ação foi realizada por policiais da Força-Tarefa de Homicídios de Parnamirim, com apoio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da 1ª Delegacia de Polícia (DP) de Parnamirim.
Operação Magister
A operação foi intitulada em alusão ao bairro em que foi cometido o crime, que motivou a ação policial, em Santa Teresa, padroeira dos professores (Santa Teresa D’Ávila). Magister traduzido para o português significa aquele que ensina, professor.

REPÓRTER SERIDÓ

Postado em 25 de novembro de 2021 - 9:02h

Seis pessoas são presas em operação contra o tráfico de drogas no Seridó potiguar

Seis pessoas suspeitas de tráfico de drogas foram presas durante uma operação deflagrada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte na manhã desta quinta-feira (25) em quatro cidades da região Seridó potiguar.

Segundo a corporação, a operação Serrana cumpriu um mandado de prisão e outros 16 de busca e apreensão, nas cidades de Florânia, São Vicente, Tenente Laurentino e Caicó.

Além do preso por força de mandado, outras cinco pessoas foram presas em flagrante. Também houve apreensão de drogas e dinheiro, mas as quantidades não foram divulgadas.

De acordo com o MP, a investigação sobre a atuação do grupo criminoso ficou a cargo da Promotoria de Justiça de Florânia, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Seridó.

A operação Serrana contou com a participação de promotores de Justiça e servidores do MPRN. A ação também contou com 68 policiais militares.

Foram apreendidos cocaína, crack, maconha, balança de precisão, máquinas de cartão, vários cartões e ainda dinheiro em espécie.

O material apreendido será periciado e, segundo o MP, servirá de prova de que os investigados estão associados para prática do crime de tráfico de drogas, mediante armazenamento, transporte, venda e aquisição de entorpecentes.

G1RN

Parte das drogas apreendidas durante operação do MPRN na região do Seridó, no RN — Foto: Cedida
Parte das drogas apreendidas durante operação do MPRN na região do Seridó, no RN — Foto: Cedida
Postado em 25 de novembro de 2021 - 9:00h

Indivíduo suspeito de assaltar panificadora no Bairro Barrocas em Mossoró é preso pela PM com arma de fogo

A Polícia Militar prendeu no final da tarde desta quarta feira 24 de novembro de 2021, um jovem de 18 anos de idade, suspeito de ter praticado um assalto a uma panificadora, na Rua Venceslau Bras, no Bairro Barrocas em Mossoró. Ismael Jonathan da Silva, morador da região do Lagamar, foi abordado e preso, na Rua Orlando Dantas no Bairro Santo Antônio, minutos depois do assalto.

A guarnição daquela área, composta pelo sargento Torquato, e os soldados Pimenta e Caetano, foi acionada pela Central de Comando da PM, e durante diligências, conseguiu visualizar o suspeito e na abordagem foi encontrado com o mesmo um revolver calibre 38 com cinco munições intactas. Após a prisão ele foi conduzido à Delegacia de Furtos e Roubos para os procedimentos cabíveis.

Ismael Jonathan da Silva, que completou 18 anos recentemente, foi autuado em flagrante por crime de roubo (artigo 157) e após a lavratura do auto de prisão em flagrante, o mesmo foi encaminhado ao ITEP, onde se submeteu a exames de corpo de delito (uma exigência do sistema penitenciário do estado) e em seguida conduzido à Cadeia Pública onde ficará aguardando decisão da justiça.

FIM DA LINHA

capa
capa
Postado em 25 de novembro de 2021 - 8:58h

CPI da Arena das Dunas: secretário de infraestrutura e controlador-geral do RN apresentam pontos para revisar contrato do estádio

A CPI da Arena das Dunas no Rio Grande do Norte recebeu nesta terça-feira (23) representantes do consórcio responsável pelo estádio e do governo do Estado. As partes debateram sobre a revisão do contrato entre o ente público e a empresa da construção do estádio. O governo apresentou os pontos em que acredita que o documento precisa ser revisado.

“O contrato é composto por duas partes, uma parcela variável e uma parcela fixa. A revisão de contrato funda na parcela variável. Depois da devida análise, chegamos a conclusões e indicamos pontos necessários da revisão e um deles diz respeito ao quadro de indicadores de desempenho”, disse o secretário de Estado da Infraestrutura (SIN), Gustavo Coelho.

O titular da pasta falou ainda da revisão na cláusula sobre indicação de desempenho quanto à manutenção predial e conservação.

Coelho acredita ainda que é necessário acrescentar um item sobre gestão financeira e administrativa.

“O contrato também precisa ter um equilíbrio financeiro nos custos de manutenção. Hoje temos um plano de manutenção que está sendo cumprido em nível satisfatório, mas a nossa proposta é que os custos com manutenção sejam baseados em itens predefinidos. Hoje é um valor fechado”.
Já o controlador-geral do RN, Pedro Lopes, disse que as multas precisam ser renegociadas, apontando um erro no contrato.

Segundo ele, se o estado cometer um erro, paga 5% da parcela fixa, mas se a empresa cometer infração, não há previsão de sanção. ”Isso é uma lacuna do contrato que precisa ser revisto. É preciso haver reciprocidade”, declarou.

O diretor-presidente da Arena das Dunas, Ítalo Mitre Alves de Lima, disse na CPI que a empresa não esperava revisar o contrato neste momento, mas que está disponível a amadurecer o contrato.

O governo se comprometeu a formalizar o documento inicial da proposta de revisão contratual.

Busca por entendimento

O presidente da CPI da Arena das Dunas, deputado Coronel Azevedo (PSC), destacou a importância de buscar o entendimento através da negociação.“O objetivo da CPI é melhorar essa relação, estamos cumprindo isso e ajudando que o contrato seja cumprido”, disse.

Já relatora da CPI, deputada estadual Isolda Dantas (PT), afirmou que a CPI vai contribuir com a repactuação de alguns pontos do contrato para reduzir o prejuízo que o estado vem tendo.

“Nosso desejo é que, se possível, nosso relatório já possa apontar elementos pactuados de revisão do contrato”, falou.

“Pela parte do governo, pelo que podemos ver, já há um posicionamento bastante maturado sobre o assunto. Lamento que a compreensão de Ítalo Mitre tenha sido apenas de explicar. A nossa expectativa era maior, mas não invalida o que tivemos. Precisamos apresentar algo concreto. Não estamos aqui para fazer caça às bruxas, mas queremos ter como resultado dessa Comissão uma revisão contratual”, adicionou.

JAIR SAMPAIO

Foto: Eduardo Maia
Postado em 24 de novembro de 2021 - 12:34h

Bancos suspendem empréstimo para servidores do RN por falta de repasse do governo, diz sindicato

Mais uma vez o empréstimo consignado deixou de ser realizado pelo Banco do Brasil para os servidores do Estado. Segundo o Sindicato dos Servidores da Administração Direta do RN (Sinsp), a suspensão teria sido por falta de repasse do governo das parcelas descontadas dos contracheque dos servidores públicos.

“Quem tentou contato com o banco nos últimos 30 dias teve pelo menos três respostas negativas, por conta da interrupção”, disse o sindicato em seu site oficial.

Ainda de acordo com o Sinsp, além do Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal foi outra instituição bancária que interrompeu o empréstimo consignado para servidores do Estado por conta da falta do repasse das parcelas retiradas dos funcionários para os bancos. Por outro lado, vários servidores que conseguiram fazer o empréstimo anteriormente sofrem com o desconto do seu contracheque e o não repasse aos bancos.

“Essa pessoa é constrangida publicamente, sendo negativada e tendo seu nome inserido no SPC e Serasa, não conseguindo acessar mais crédito por algo que o governo fez com seu nome. Como se não pudesse piorar, o servidor que já teve os valores descontados ainda é cobrado uma segunda vez pelas instituições bancárias”, lamenta o sindicato.

Fonte: Portal Grande Ponto

Postado em 24 de novembro de 2021 - 12:31h

MP abre investigação para apurar suspeita de pagamento irregular de diárias a policiais civis do RN

O Ministério Público do Rio Grande do Norte abriu um inquérito civil para investigar uma denúncia de pagamento irregular de diárias operacionais a policiais civis do Rio Grande do Norte.

A abertura da investigação foi determinada pelo promotor Vitor Emanuel de Medeiros Azevedo, da 70ª Promotoria de Justiça de Natal, e foi publicada no Diário Oficial do Estado da terça-feira (23).

De acordo com o órgão, houve um “informe” sobre “pagamento irregular de diárias operacionais a policiais civis, notadamente quanto à pessoalidade na escalação dos beneficiados e à ausência de efetiva prestação dos serviços”.

Ainda segundo o ato de instauração do inquérito civil, a investigação deverá coletar elementos que possam comprovar, ou não, a existência das mencionadas irregularidades.

O promotor deu prazo de 20 dias para que a delegada-geral de Polícia Civil envie a relação de todas as diárias operacionais pagas a todos os policiais civis no período de julho a novembro de 2021, esclarecendo os critérios de escolha dos policiais civis e discriminando o serviço extraordinário efetivamente realizado que fundamentou cada um dos pagamentos.

Em nota, a Polícia Civil negou irregularidades no pagamento das diárias.

“A Polícia Civil do Rio Grande do Norte esclarece que as diárias operacionais pagas ao efetivo da instituição são concedidas com base em portarias que disciplinam valores e requisitos para recebimento. A instituição ressalta que as referidas normas estão sendo observadas e as informações necessárias serão fornecidas ao Ministério Público, conforme solicitado”, diz o comunicado.

G1RN

Central de Flagrantes de Natal, Polícia Civil RN, Ilustrativa — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi
Central de Flagrantes de Natal, Polícia Civil RN, Ilustrativa — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi
Postado em 24 de novembro de 2021 - 12:28h

Policial militar reage a assalto e atira contra criminosos durante a madrugada na Grande Natal

Um policial militar reagiu a uma tentativa de assalto e atirou contra quatro criminosos que o abordaram na madrugada desta quarta-feira (24) na Grande Natal.

O caso aconteceu na avenida Maria Lacerda, no bairro de Nova Parnamirim, em Parnamirim. Pelo menos um dos assaltantes ficou ferido.

De acordo com a Polícia Civil, o militar voltava para casa por volta das 4h em carro modelo Duster quando quatro criminosos se aproximaram em uma caminhonete Hilux, trancaram o policial e tentaram roubar o veículo dele.

O policial reagiu, atirando de dentro do carro, contra os criminosos, que também teriam atirado e fugido logo em seguida.

Ainda de acordo com a polícia, pelo menos um deles ficou ferido e foi deixado pelos comparsas na avenida Gastão Mariz, em Cidade Verde.

O assaltante foi socorrido, mas o estado de saúde dele não foi informado pela polícia.

Já o PM não ficou ferido e foi à Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal para prestar depoimento.

G1RN

Marca de tiro no carro do policial militar que reagiu a assalto na Grande Natal. — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi
Marca de tiro no carro do policial militar que reagiu a assalto na Grande Natal. — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi
Marca de tiro no parabrisa do carro do PM que reagiu a assalto na Grande Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Marca de tiro no parabrisa do carro do PM que reagiu a assalto na Grande Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Vidro quebrado após troca de tiros entre PM e assaltantes na Grande Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi
Vidro quebrado após troca de tiros entre PM e assaltantes na Grande Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi
Postado em 24 de novembro de 2021 - 12:23h

VÍDEO MOSTRA O MOMENTO QUE INDIVIDUO FURTA MOTO EM MOSSORÓ

Imagens de câmera de segurança, registraram a ação criminosa em que um elemento furta uma moto por volta das 16:00hs desta segunda feira 22 de novembro de 2021, na rua Dr João Marcelino no Centro de Mossoró no Rio Grande do Norte. Como mostra as imagens, o elemento de camisa azul que segundo informações já é conhecido da polícia, disfarça como um transeunte na calçada em seguida retorna e pratica o furto, fugindo de cara limpa levando a moto Honda 150 de cor azul.

PASSANDO NA HORA

Postado em 24 de novembro de 2021 - 6:54h

Irmão do deputado Francisco do PT é preso em flagrante com drogas e munições

Um irmão do deputado estadual Francisco do PT, identificado como Fernando de Assis Medeiros, 42 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar na tarde desta terça-feira (23), numa área do Parque da Cidade, zona Oeste da capital. 

No local da prisão a Polícia encontrou uma mochila com cerca de 100 pedras de crack, 17 munições de pistola calibre .40; R$ 273 (dinheiro fracionado) e ainda porções de skunk, maconha e cocaína. A investigação vai esclarecer se esse material pertence a ele ou não. O flagrante foi registrado como suspeita de tráfico e posse de munição de arma de fogo. 

Fernando de Assis Medeiros está preso na Central de Flagrantes, que fica no bairro de Cidade da Esperança, zona Oeste. A prisão do irmão do deputado teria acontecido como desdobramento de uma outra ação da Polícia Militar que foi promovida no bairro de Cidade Nova. 

JAIR SAMPAIO

Postado em 24 de novembro de 2021 - 6:46h

Polícia Militar apreende mais de 100 quilos de drogas e prende foragido da Justiça em Natal

A Polícia Militar apreendeu mais de 100 kg de drogas no início da tarde desta terça-feira (23), em Natal. Um foragido da Justiça e outros dois suspeitos foram presos durante a operação.

Policiais militares da Força Tática do 9º Batalhão da PM estavam em diligência para capturar um foragido da Justiça na comunidade conhecida como Coqueiros, no bairro de Lagoa Nova, após receberem uma denúncia anônima. Segundo o capitão Lenarte Azevedo, com a chegada da PM à região, o homem fugiu e entrou em uma residência, onde acabou preso. Durante a revista ao imóvel, os policiais encontraram de 60 kg a 80 kg de drogas e duas armas de fogo. Outras duas pessoas foram detidas no local pelo crime de tráfico de drogas.

O capitão relatou que também foi encontrada a documentação de outro endereço, situado no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte de Natal. Os policiais se dirigiram para este novo local e apreenderam entre 15 kg e 25 kg de entorpecentes, além de eletrônicos e balanças de precisão.

“A maior parte da apreensão se trata de maconha, mas também há crack e cocaína”, disse o capitão. “É uma apreensão que chama atenção, mas não é a primeira, nem será a última”, completou.

O material apreendido será levado para a Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc).

G1RN

Polícia Militar apreende mais de 100 quilos de drogas e prende foragido da Justiça em Natal — Foto: Reprodução
Polícia Militar apreende mais de 100 quilos de drogas e prende foragido da Justiça em Natal — Foto: Reprodução
Postado em 24 de novembro de 2021 - 6:43h

Homem morre atropelado por caminhão carregado de combustível na Zona Leste de Natal

Um homem morreu atropelado por um caminhão-tanque no fim da tarde desta terça-feira (23) na avenida Alexandrino de Alencar, na altura do bairro do Alecrim, na zona Leste de Natal.

Testemunhas contaram que o homem, que não foi identificado, apresentava sinais de embriaguez e atravessou a rua já com o caminhão muito próximo.

“O vizinho me passou que estava na calçada com ele, dançando. E ele disse que ia embora. O vizinho disse que ele não fosse, mas que se ele saísse, andasse na faixa de pedestre. Só que o pessoal disse que ele atravessou bem no meio, bem na hora que a carreta vinha. E não teve mais como parar. Ele estava embriagado”, contou a pedestre Vânia Araújo, que passava pelo local na hora do acidente.

O homem morreu na hora. A área foi isolada pelo Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE). Polícia Civil e Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) também foram acionados.

O motorista da carreta estava sozinho e disse que não viu o homem atravessar a pista. Ele permaneceu no local do acidente e prestou depoimento ao CPRE.

O trecho precisou ser interditado e o trânsito desviado pela Rua dos Caicós, no sentido Zona Sul.

FIM DA LINHA

Homem morreu atropelado por caminhão-tanque na avenida Alexandrino de Alencar, em Natal (RN) — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Homem morreu atropelado por caminhão-tanque na avenida Alexandrino de Alencar, em Natal (RN) — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Postado em 24 de novembro de 2021 - 6:41h

Sete motos roubadas em Mossoró são recuperadas pela Polícia Militar em Serra do Mel. Dois suspeitos presos

A Polícia Militar recuperou nesta terça feira 23 de novembro de 2021, de uma só vez, 07 motos que havim sido furtadas em Mossoró e levadas para um receptador na cidade de Serra do Mel, região Oeste do Rio Grande do Norte e prendeu dois suspeitos.

A PM chegou até as moticicletas, a partir de uma abordagem a um taxi no Conjunto Abolição III em Mossoró. No interior do veículo, um homem identificado como, Witalo Barbosa Fonseca, que segundo a polícia ao avistar a VTR 250 daquela área, entrou as pressas no carro.

Durante a abordagem e uma conversa amigável, o mesmo acabou confessando que havia furtado uma moto no estacionamento do Hospital Wilson Rosado, fato ocorrido nesta segunda feira (22) no Centro de Mossoró. O suspeito também informou que a moto teria sido deixada em uma residência em Serra do Mel.

Diante das informações os policiais conduziram o suspeito até a Vila Mato Grosso naquela cidade e com a poio do GTO local, conseguiram localizar, na casa, 07 motocicletas, todas produtos de furto em Mossoró e que possivelmente iriam para desmanche.

O dono do imóvel, identificado como Francisco Antônio Nogueira, também foi preso e os dois conduzidos, juntamente com as motocicletas, para a Delegacia de Plantão em Mossoró, para os procedimentos cabíveis. A Polícia Militar já estava a procura de Wítalo Barbosa, tendo em vista que ele foi filmado por câmeras de monitoramento, furtando uma moto, nesta segunda feira (22), no estacionamento do Hospital Wilson Rosado em Mossoró.

FIM DA LINHA

capa
capa
Postado em 24 de novembro de 2021 - 6:39h

Suspeito de assaltos, é preso pela PM em condomínio com 8 celulares e uma moto roubados em Mossoró

Policiais da Força Tática com apoio da VTR dos Abolições, prenderam na noite desta segunda feira 22 de novembro de 2021, um homem suspeito de ter praticado vários assaltos em bairrosw de Mossoró. José Bruno da Silva Ferras, de 22 anos, foi preso no Condomínio Mossoró II, localizado as margens da Estrada da Granla, região do Abolição IV.

Com ele os policiais apreenderam 08 celulares, que segundo a PM haviam sido roubados em arrastões na cidade. As equipes de policiais, receberam informações sobre os roubos e que uma das vítimas, estava rastreando seu celular e que a localidade do rastreio era o condomínio.

Durante as diligências, os policiais conseguiram localizar José Bruno, no interior do condomínio, quando ele tentava entrar em um apartamento com uma sacola nas mãos, mas não conseguiu, haja visto quer o mesmo estava fechado.

De acordo com a polícia, um outro suspeito, conseguiu fugir, após pular de um apartamento de 2º andar e entrar no matagal. Os policiais apreenderam ainda uma moto, com queixa de roubo e um carro, usado nas ações criminosas.

Na delegacia de Plantão, pra onde foi conduzido o suspeito, vítimas compareceram para registrar Boletim de Ocorrência e segundo a polícia, todas reconheceram José Bruno como sendo um dos assaltantes. Ele foi autuado em flagrante por crime de roubo (artigo 157) e enacaminhado ao sistema prisional. Os celulares foram devolvido às vítimas

FIM DA LINHA

capa
capacapa
Postado em 23 de novembro de 2021 - 13:42h

Criminosos invadem casa e executam homem de 23 anos a tiros na Grande Natal

Um homem de 23 anos foi executado a tiros dentro de casa na noite desta segunda-feira (22) em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. O caso foi confirmado pela Polícia Civil.

O crime aconteceu por volta das 23h na rua São João, na comunidade rural Belo Horizonte. A vítima foi identificada como Daniel Freire da Silva Costa.

De acordo com o relato recebido pelos investigadores da Polícia Civil, dois homens chegaram à casa de Daniel e o chamaram, porém já entraram no imóvel efetuando vários disparos de arma de fogo.

A polícia ainda informou que os autores do crime usaram armamento de grosso calibre. Entre as armas, havia as de calibre 12.

A Polícia Civil informou que o homem seria usuário de drogas e pertenceria a uma facção criminosa. A motivação e os autores do crime ainda serão investigados.

G1RN

Giroflex Polícia Civil RN — Foto: Cleto Filho/Polícia Civil
Giroflex Polícia Civil RN — Foto: Cleto Filho/Polícia Civil
Postado em 23 de novembro de 2021 - 13:38h

Cocaína apreendida em porto de Natal valeria R$ 178 milhões ao tráfico de drogas

As apreensões de cocaína no Porto de Natal geraram, em 2021, um prejuízo de pelo menos R$ 178 milhões ao tráfico internacional. Ao todo, foram apreendidos 815 quilos da droga saindo do Porto em direção à Roterdã, na Holanda. No último sábado (19), 265 quilos foram apreendidos numa carga, em caixas de manga. A quantidade é avaliada em R$ 58 milhões, segundo estimativa da Receita Federal.

O prejuízo ao crime organizado aumenta para R$ 440 milhões quando se somam apreensões de 1.198 quilos na Holanda e na Bélgica, mas que passaram por Natal, ao longo do ano, após alertas emitido pela Receita Federal à aduana europeia. O cálculo feito pela TRIBUNA DO NORTE pega como base as estimativas sobre os valores da droga no mercado disponibilizados pela Receita e Polícia Federal.

Em 2021, outras quatro cargas foram apreendidas, três delas, segundo a Receita Federal, resultados de interceptações das autoridades aduaneiras da Holanda e Bélgica. As cargas eram de 398 (março, na Holanda); 550 quilos (abril, na Holanda), 250 quilos (junho, na Bélgica). Em junho, 550 quilos de cocaína foram apreendidas durante uma inspeção das autoridades federais no Porto de Natal. Portanto, 765 quilos foram interceptados antes de embarcar em Natal e outros 1.198 quilos após o embarque. As quantidades constam no mais recente boletim da Receita Federal com o histórico de apreensões.

As apreensões fora de Natal acontecem porque mesmo depois que a carga é embarcada, a Receita continua com análises de risco. Caso surjam informações de possibilidade de contaminação na carga já embarcada, são emitidos alertas para as autoridades aduaneiras do porto de destino.

Esta foi a segunda apreensão feita em 2021 pelas autoridades federais especificamente no Porto de Natal, que nos últimos anos têm sido utilizado frequentemente para escoamento de cocaína para países da Europa, em especial Bélgica, Espanha e Holanda. A exportação da droga segue acontecendo mesmo um ano depois da instalação do scanner no Porto.

“O scanner está funcionando e está sendo utilizado para todas as cargas que estão embarcadas para Natal. Todos os conteineres que saem pelo nosso porto são scaneados. Ele consegue fazer 15 análises por hora, nessa faixa”, explica o Chefe da Equipe de Vigilância e Repressão, o Auditor-Fiscal Maurício Santos, responsável pela execução das operações.

“Naturalmente o scanner tem suas vantagens, incontáveis, mas num universo grande de cargas, o scanner em algumas vezes não é tão preciso. Só o scanner por si só não resolve, é mais uma ferramenta que auxilia nessa detecção. Dependendo dessa carga pode ser que ele tenha uma facilidade maior que a outra. Depende do tipo de carga exportada que pode trazer alguma dificuldade”, acrescenta.

Em nota enviada à imprensa, a Companhia Docas Do Rio Grande do Norte (Codern), que administra o Porto de Natal, disse que “a apreensão [do último final de semana] demonstra, mais uma vez, que a intensificação das ações de vigilância na área portuária, sempre em parceria e com o apoio irrestrito da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), vem surtindo efeito”.

A TRIBUNA DO NORTE questionou a Codern sobre como a droga entra nos conteineres do Porto, mas a companhia informou ainda que não pode repassar detalhes por se tratar de investigação em curso. “Esses detalhes só podem ser fornecidos pela Receita Federal ou Polícia Federal”, diz nota. A PF disse que existem investigações em curso, mas que não iria se pronunciar.

Desde outubro do ano passado, segundo a Codern, está em uso o scanner de contêineres no Porto de Natal. O equipamento foi instalado em outubro de 2020, em um procedimento que envolveu negociações com agentes públicos e a iniciativa própria do armador CMA/ CGM, da empresa operadora portuária, Progeco, e fruticultores do Estado. O custo mensal varia entre R$ 350 mil e R$ 400 mil. O contrato inicial iria até setembro deste ano, mas, segundo a Codern, foi renovado.

Em virtude das apreensões e alegando falta de segurança portuária, a CMA-CGM chegou a anunciar a suspensão das operações no Porto de Natal no começo de março de 2019, após apreensão de quase 3,2 toneladas de cocaína dentro de contêineres, nos dias 12 e 13 de fevereiro. As operações voltaram no dia 08 de abril.

Natal virou rota para o tráfico internacional
A localização privilegiada e a falta de tecnologia adequada para descobrir cargas contaminadas no Porto de Natal transformou a capital potiguar nos últimos anos em um ponto de embarque de rota marítima do tráfico internacional de cocaína, segundo investigações da Polícia Federal.

A primeira apreensão da história do Porto, aberto em 1932, aconteceu em fevereiro de 2019, com 1.275 quilos de cocaína apreendidos que iriam em direção à Holanda. Desde a primeira apreensão, em fevereiro de 2019, pelo menos 17.568 quilos de cocaína foram apreendidos no Porto de Natal, sendo 6.190 deles interceptados na capital potiguar. No boletim da Receita Federal constam a apreensão de 1.400 kg pela Polícia Federal em novembro de 2018, num galpão de Parnamirim, em que há a suspeita de que seriam exportados via Porto de Natal.

No ano passado, a Polícia Federal prendeu três pessoas em flagrante no Porto de Natal com 238,9 quilos de cocaína. De acordo com a PF, a droga seria enxertada em um contêiner que seguiria para a Europa. A ação aconteceu em conjunto com a Receita Federal. Os suspeitos eram paranaenses, de 21, 34 e 47 anos. Segundo a PF, dois deles tinham antecedentes criminais e um era ex-policial militar do Paraná.

Essa apreensão, inclusive, chamou ainda mais a atenção da Polícia Federal, que intensificou as investigações e passou a investigar funcionários com livre circulação no terminal portuário ligaoas ao esquema do tráfico de drogas. Segundo a PF, o caminhão foi seguido por policiais federais de um galpão localizado em Emaús, na Grande Natal, até o terminal na Ribeira. Quatro pessoas sem relação com o Porto foram presas em flagrante. Os policiais federais encontraram lacres de contêineres com esses suspeitos presos. 

POR TRIBUNA DO NORTE

Postado em 23 de novembro de 2021 - 13:36h

Operação contra o tráfico de drogas em AL e RN resulta em 10 prisões e uma morte

Uma operação conjunta da Polícia Civil e Polícia Militar prendeu na manhã desta terça-feira (23) 10 suspeitos de integrar uma organização criminosa envolvida com o tráfico de drogas e homicídios em Alagoas Rio Grande do Norte. Além dos presos, um homem foi morto pela polícia em Olho D’Água das Flores.

A operação, denominada Marmota, foi deflagrada para cumprir 15 mandados de prisão e 14 de busca e apreensão em Maceió, Olho D’água das Flores e em Natal (RN). Nove presos foram alvos dos mandados e um foi preso em flagrante, encontrado com material ilícito. O chefe da organização foi preso em Natal, de onde comandava as ações do grupo em Alagoas.

Foram apreendidos um revólver calibre 38, uma espingarda, uma pistola, além de maconha, cocaína e aparelhos celulares. As drogas foram avaliadas em R$ 450 mil.

Segundo as investigações, a organização tem ligação com uma conhecida facção criminosa nacional e, assim como as marmotas, cavava buracos em terrenos próximos dos pontos de comércio das drogas para esconder os entorpecentes.

Todos os mandados foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.

G1RN

Operação Marmota foi um trabalho conjunto da PC e PM — Foto: SSP
Operação Marmota foi um trabalho conjunto da PC e PM — Foto: SSP
Polícia apreendeu, armas, drogas e aparelhos celulares — Foto: SSP

Polícia apreendeu, armas, drogas e aparelhos celulares — Foto: SSP

Postado em 23 de novembro de 2021 - 13:34h

Entregador perde controle de moto, bate em placa, cai e tem perna decepada na Grande Natal

Um motoentregador teve uma das pernas decepadas durante um acidente na noite desta segunda-feira (22) na Grande Natal. O caso aconteceu na avenida Gastão Mariz, no conjunto Cidade Verde, em Parnamirim.

O motociclista de 20 anos perdeu o controle da moto, bateu violentamente em uma placa de sinalização e caiu. No local, a placa indicava velocidade máxima de 50 km por hora.

Uma das testemunhas afirmou que na hora do acidente a moto da vítima foi arremessada a uma distância considerável do local da batida. O jovem de 20 anos foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Testemunhas contaram que o motoentregador se queixava de dor e gritava pela mãe. O rapaz perdeu muito sangue e uma técnica de enfermagem que trabalha em um prédio vizinho fez um torniquete com ajuda de um policial militar até a chegada do Samu.

Ele estava consciente ao ser levado pela ambulância ao pronto-socorro Clóvis Sarinho, em Natal.

G1RN

Moto atingiu placa de sinalização na Grande Natal  — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Moto atingiu placa de sinalização na Grande Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Moto usada por motoentregador parou caída metros após local da batida na Grande Natal. — Foto: Redes sociais

Moto usada por motoentregador parou caída metros após local da batida na Grande Natal. — Foto: Redes sociais

Postado em 23 de novembro de 2021 - 13:32h