Juri Popular de Mossoró condena réu a 13 anos de prisão em regime fechado por ter matado a mulher a facadas

O tribunal do Juri Popular de Mossoró condenou nesta terça feira (14) o réu Herasmo Quirino de Lima a uma pena de 13 anos de prisão em regime fechado. Ele foi julgado pelo assassinato de sua companheira, Antônia Costa Viana, crime ocorrido no dia 11 de novembro de 2004 no Conjunto Liberdade II em Mossoró. A vítima foi morta a golpes de faca peixeira dentro de sua casa.

De acordo com a denuncia formulada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte, o réu teria matada sua companheira por motivos de ciúmes. A defesa do réu   foi representada pela defensora pública Dra. Leylane de Deus Torquato e a acusação representado pelo promotor de justiça Dr. Armando Lúcio Ribeiro.

Os trabalhos do TJP foram presididos pelo juiz Vagnos Kelly de Figueiredo. O sentenciado Erasmo Quirino de Lima estava preso no estado do Ceará, devido ter praticado crimes naquele estado. Ele foi preso em 2019 com documentos falsos.

FIM DA LINHA

capa
Postado em 15 de dezembro de 2021 - 12:16h